Exame Invest
MERCADOS

Bolsa de NY desiste de excluir três gigantes das telecomunicações chinesas

PUBLICADO EM: 5.1.21 | 6H14
ATUALIZAÇÃO: 5.1.21 | 6H24
A NYSE disse que não irá retirar os três títulos de suas negociações, citando "novas consultas às autoridades regulatórias relevantes"

(REUTERS)

Imagem da Editoria Exame Invest
Estadão Conteúdo



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

A Bolsa de Valores de Nova York (NYSE, na sigla em inglês) informou, em comunicado divulgado na madrugada desta terça-feira que não planeja mais excluir três gigantes das telecomunicações chinesas de sua listagem.

Na semana passada, a NYSE anunciou a decisão da exclusão, alegando preocupações com supostos vínculos das companhias com as forças armadas dos países asiáticos, o que poderia ferir uma ordem emitida por Trump que proíbe investimentos americanos em companhias identificadas como sob controle do exército chinês.

Hoje, a NYSE disse que não irá retirar os títulos da China Telecom, China Mobile e China Unicom Hong Kong de suas negociações, citando "novas consultas às autoridades regulatórias relevantes".

A decisão veio após as declarações da porta-voz do ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, que disse que os EUA abusam de seu poder estatal e do pretexto de segurança nacional para pressionar companhias chinesas e politizar questões comerciais entre os países.

 

Imagem da Editoria Exame Invest
Estadão Conteúdo


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame