Exame Invest
MERCADOS

China: ações fecham em mínima em 3 meses com receio sobre aperto monetário

PUBLICADO EM: 24.3.21 | 8H27
ATUALIZAÇÃO: 24.3.21 | 8H33
O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,61%, a uma mínima desde 11 de dezembro
China-Evergrande-bolsa-Xangai

(REUTERS)

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

As ações chinesas caíram nesta quarta-feira para seu menor patamar de fechamento em três meses, com o apetite por risco piorando diante das preocupações sobre um possível aperto da política monetária e aumento das tensões entre a China e as principais economias ocidentais.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,61%, a uma mínima desde 11 de dezembro, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1,3%, a seu pior patamar para fechamento desde 24 de dezembro.

As ações chinesas têm oscilado perto de mínimas por um tempo devido a vários fatores externos, mas uma recuperação deve ocorrer em breve, já que as empresas devem reportar fortes balanços no primeiro trimestre, disse Zhang Yanbing, analista da Zheshang Securities.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,04%, a 28.405 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 2,03%, a 27.918 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,30%, a 3.367 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,61%, a 4.928 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,28%, a 2.996 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,90%, a 16.032 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,05%, a 3.133 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,50%, a 6.778 pontos.

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame