Elon Musk fez algo um tanto incomum: excluiu um tuíte | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Elon Musk fez algo um tanto incomum: excluiu um tuíte

PUBLICADO EM: 27.3.21 | 9H35
ATUALIZAÇÃO: 27.3.21 | 13H08
Tudo começou com um tuíte de uma conta que regularmente apresenta postagens promocionais sobre a Tesla e o “Full Self-Driving”
musk-tesla-bezos-bilionário-rico

(Bloomberg via Getty Images)

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

(Bloomberg) -- A Tesla tem potencial para ser uma empresa de US$ 1 trilhão? Essa pergunta levou Elon Musk a tuitar na madrugada de sexta-feira, apenas para o bilionário fazer algo bastante raro para ele em seguida: retirou a postagem.

Quer mudar de carreira e não sabe por onde começar? Conheça as Jornadas de Finanças e Negócios

Tudo começou com um tuíte de uma conta que regularmente apresenta postagens promocionais sobre a Tesla e o “Full Self-Driving”, um pacote que a empresa vende junto com seu sistema de assistência ao motorista, o Autopilot. O conjunto de recursos, muitas vezes referido como FSD, é controverso justamente por causa da mensagem mista da Tesla - a empresa diz que os usuários precisam estar totalmente atentos ao volante.

“FSD é a maior coisa de todos os tempos”, escreveu o usuário @WholeMarsBlog. “A Tesla será maior do que a Apple.”

(Reprodução/Divulgação)

Musk, o CEO da Tesla, respondeu que acha que há “uma chance >0% da Tesla ser a maior empresa”. Depois que outro usuário escreveu que adorou “a direção daquela flecha”, Musk respondeu: “Provavelmente dentro de alguns meses”.

Musk então apagou rapidamente a última postagem. Não está claro se ele mudou de ideia ou se foi solicitado a retirar o tuíte.

Como parte de um acordo firmado com a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA em 2018, relacionado aos tuítes de Musk sobre o fechamento do capital da empresa, a Tesla havia concordado em contratar um advogado de valores mobiliários para revisar as postagens de executivos nas redes sociais e garantir que sejam consistentes com as políticas e procedimentos de divulgação.

A Tesla também concordou em supervisionar as comunicações de Musk, especificamente, e pré-aprovar qualquer coisa que contenha material informativo para a empresa ou acionistas.

Horas antes da polêmica de sexta-feira, o National Labor Relations Board informou que a Tesla violou repetidamente a lei trabalhista dos EUA e que precisava fazer Musk apagar um tuíte no qual ele ameaçava punir os trabalhadores se eles se sindicalizassem. Ele ainda não retirou essa postagem.

Com uma capitalização de mercado de cerca de US$ 600 bilhões, a Tesla tem um longo caminho a percorrer para ultrapassar a Apple como a maior empresa do mundo. O valor de mercado da fabricante do iPhone é de cerca de US$ 2 trilhões.

Valor de mercado da Tesla vs Apple (Reprodução/Bloomberg)


Recomendado para você


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame