Exame Invest
Mercados

Encontro de BCs, Westwing, M. Dias Branco e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 29.9.21 | 7H13
ATUALIZAÇÃO: 29.9.21 | 8H04
Bolsas internacionais se recuperam de fortes quedas da última sessão, com alívio em mercado de títulos americano
lagarde_bcace_mudança_climática

Christine Lagarde: presidente do Banco Central Europeu (BCE) |Foto: REUTERS/Kai Pfaffenbach (REUTERS)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

As bolsas internacionais avançam nesta quarta-feira, 29, se recuperando das perdas da última sessão, quando temores sobre a inflação nos Estados Unidos fizeram os rendimentos dos títulos americanos dispararem, provocando duras perdas ao mercado acionário. 

Em Wall Street, o S&P 500 vem de sua maior queda desde maio, já o índice Nasdaq, com maior peso do setor de tecnologia, caiu quase 3% na véspera, em sua pior performance desde março. No Brasil, o Ibovespa recuou 3%, com as fintechs Banco Inter (BIDI11) e Méliuz (CASH3) liderando as perdas do índice, despencando 11,82% e 8,65%, respectivamente. 

Após as quedas, investidores retomam posição em ativos de risco, com todo o mercado europeu operando no verde e o índice Stoxx 600 subindo quase 1% nesta manhã. Nos Estados Unidos, o Nasdaq tem o melhor desempenho do mercado de futuros, avançando 0,93%, enquanto os rendimentos dos títulos americanos recuam, depois de os com vencimentos em 2 e 5 anos terem batido a máxima desde o início da pandemia.

Atentos aos preparativos para a retirada de estímulos nas maiores economias, investidores devem acompanhar as falas dos principais banqueiros centrais do mundo, que irão participar do Fórum de Sintra. 

Está previsto para às 12h45 o painel com o presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, o presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, e o presidente do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda.

Para o ING, Powell deve seguir a linha de seu discurso a congressistas, feito ontem. Analistas do banco, porém, acreditam que as condições estão favoráveis para a alta do dólar e desfavoráveis ao euro. 

Certamente, nenhum suporte particular ao euro está vindo do Fórum de Sintra, já que a presidente Christine Lagarde reiterou sua posição bastante relaxada sobre as pressões inflacionárias ontem, enquanto alertava contra a “reação exagerada” de tais choques temporários de preços”, afirmam em relatório.

Westwing virou turismo? 

A empresa de e-commerce de móveis e acessórios para casa Westwing anunciou a aquisição da agência de viagens online Zarpo, que trabalha em parceria com hotéis, resorts, pousadas e companhias aéreas. 

A Westwing classificou a aquisição como um “um passo importante na nossa estratégia de expansão em categorias de lifestyle. “A robustez da plataforma de casa, decoração e lifestyle, bem como sua forte curadoria de produtos no marketplace, fará com que a Zarpo siga proporcionando uma alta qualidade em um momento em que o setor de turismo vive uma retomada pós-pandemia”, afirma Andres Mutschler, presidente da Westwing, em comunicado.

Latinex é da M. Dias Branco

A M. Dias Branco anunciou a compra da Latinex, das marcas FIT FOOD, Frontera, Smart e Taste&CO, por 180 milhões de reais, podendo atingir 272 milhões de reais, dependendo de metas de desempenho. 

A aquisição reforça a presença da M. Dias Branco na frente de comidas saudáveis, além de marcar sua entrada nos segmentos de temperos, molhos e condimentos. Segundo a empresa, a compra da Latinex reflete a estratégia comercial de crescimento com lucratividade, incluindo no seu portfólio produtos com alto potencial de crescimento e valor agregado

R$ 1,1 bi para energia limpa

A AES Brasil (AESB3) precificou sua oferta subsequente de ações (follow-on, em inglês), a 12  reais por ação, movimentando 1,116 bilhão de reais. O dinheiro deve ser utilizado para investimentos em energia renovável, segundo a AES.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame