Exame Invest
Mercados

Estreia da Unifique, balanços de CSN e Assaí e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 27.7.21 | 7H10
ATUALIZAÇÃO: 27.7.21 | 9H03
Mercado asiático tem segundo dia de forte queda, com temores sobre interferência do governo chinês em empresas privadas
CSN

CSN (Getty Images/Cultura RF)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

A terça-feira, 27, inicia com a aversão ao risco predominando no mercado internacional, após as ações chinesas voltarem a apresentar severas perdas pelo segundo dia consecutivo. Em meio a preocupação de que o governo chinês siga elevando o cerco sobre as maiores empresas de tecnologia do país. Em Hong Kong, o principal índice de ações despencou 4,42%, estendendo as perdas da véspera, enquanto a bolsa de Xangai caiu mais 2,49%.

No mercado europeu, o clima é ligeiramente melhor, com o Stoxx 600 recuando apenas 0,6%. Já os índices futuros americanos chegam a cair menos de 0,3%, com investidores atentos à agenda de resultados, que contará com os balanços de Apple (APPL34), Alphabet (GOGL34) e Microsoft (MSFT34) após o encerramento do pregão

Nesta terça, investidores irão reagir ao resultado da Tesla (TSLA34), que reportou lucro de mais de 1 bilhão de dólares no balanço do segundo trimestre divulgado na última noite. Na Nasdaq, suas ações sobem mais de 2% no pré-mercado, apesar do ambiente negativo no mercado acionário.

Ainda nos Estados Unidos, o principal dado macroeconômico será o de pedidos de bens duráveis, previsto para às 9h30. Referente ao mês de junho, o mercado espera crescimento de 2,1% ante o mês anterior.

No Brasil, a temporada de resultados esquenta, com sete balanços previstos para esta noite. Mas a agenda de IPOs também segue agitada,

Estreia da Unifique

As ações da Unifique (FIQE3) estreiam nesta terça, após a empresa ter precificado seus papéis a 8,60 reais em oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês). O preço saiu próximo do piso da faixa indicativa de 8,41 reais. Do ramo da telecomunicação, a empresa oferece serviços de banda larga por meio de fibra óptica. 

Brisanet

Do mesmo setor da Unifique, a Brisanet deve precificar suas ações nesta terça. A oferta tem faixa indicativa entre 13,92 e 17,26 reais, com a empresa podendo levantar 1,4 bilhão de reais no IPO.

A temporada de balanços já começou. Aprenda a ler os resultados das empresas

CSN

Uma das principais siderúrgicas do país, a CSN (CSNA3) deve apresentar receita líquida de 15,51 bilhões de reais e Ebitda ajustado de 7,86 bilhões de reais, segundo estimativas colhidas pela Bloomberg. A CSN Mineração (CMIN3) também irá apresentar seu balanço nesta noite.

Assaí

Outro resultado bastante aguardado é o dos hipermercados Assaí (ASAI3). Com alta de 26% desde sua separação do Pão de Açúcar (PCAR3), a empresa deve apresentar lucro líquido de 227 milhões de reais, segundo a Refinitiv, com sua receita líquida chegando a 13,48 bilhões de reais. 

Carrefour

Concorrente do Assaí, o Carrefour (CRFB3) também divulgará seu balanço nesta noite. A expectativa é de que a empresa apresente lucro líquido de 729 milhões de reais, com receita de 16,79 bilhões de reais. No ano, os papéis acumulam leve alta de 3%.

Outros resultados

No radar, ainda estarão os balanços da Unidas (LCAM3), Vivo (VIVT3) e Vamos (VAMO3), que serão divulgados após o término do pregão. 

Nesta terça, investidores também reagirão aos balanços da TIM (TIMS3) e EDP Brasil (ENBR3), que reportaram resultados na última noite. 

No segundo trimestre, a Tim teve lucro líquido de 681 milhões de reais, superando em mais de 100% as estimativas de 334,6 milhões de reais de lucro. Sua receita líquida ficou em 4,41 bilhões de reais, próximo dos 4,35 bilhões de reais esperados. Já a receita operacional da EDP bateu as estimativas, ficando em 3,40 bilhões de reais ante 3,12 bilhões de reais esperados. 

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame