MERCADOS

Fed pode subir juro no início de 2022, diz Morgan Stanley

PUBLICADO EM: 25.5.21 | 10H27
James Gorman afirma que, por enquanto, o Fed permanece cauteloso e não acredita que haverá pressão inflacionária de longo prazo

Morgan Stanley está muito confiante na recuperação dos EUA (LightRocket via Getty Images)

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

O diretor-presidente do Morgan Stanley, James Gorman, acredita que o Federal Reserve deve começar a reduzir as compras de títulos no fim deste ano e a aumentar os juros no início de 2022, bem antes das expectativas do mercado.

“Minha opinião pessoal é de que os juros provavelmente subirão no início do próximo ano, e não em 2023, que atualmente é a projeção”, disse Gorman em conferência online em Tóquio na terça-feira. “O Federal Reserve será guiado por tudo o que seus números dizem. Estou apenas dando minha opinião.”

Gorman disse que, por enquanto, o Fed permanece cauteloso e não acredita que haverá pressão inflacionária de longo prazo. Ainda assim, os sinais de inflação estão aumentando, afirmou.

“Depois de muitos anos sem inflação, vemos claramente aumentos dos preços”, disse o CEO do Morgan Stanley. “Começa a chamar a atenção das pessoas.”

A questão por enquanto é se as pressões sobre os preços são de curto prazo ou sinalizam mudanças mais fundamentais na economia em meio à recuperação da pandemia.

“Cada vez mais pessoas começam a pensar que pode ser mais estrutural, de longo prazo. Se for o caso, o Federal Reserve terá que aumentar as taxas de juros em algum momento”, afirmou.

Gorman acrescentou que está muito confiante na recuperação dos EUA, já que os balanços patrimoniais de consumidores e empresas estão fortes. Ele também recomendou que o Japão incentive a imigração para impulsionar o crescimento econômico, em resposta a perguntas durante a conferência Nikkei Financial, em Tóquio.

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame