MERCADOS

Feriado nos EUA, PMIs da China, OCDE e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 31.5.21 | 7H09
ATUALIZAÇÃO: 31.5.21 | 7H50
Bolsas oscilam próximas da estabilidade; sem a participação de investidores americanos, pregão deve ter menor liquidez
China vai promover sustentabilidade da dívida em países em desenvolvimento, diz vice-ministro

(REUTERS)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Com investidores americanos de folga devido ao feriado nacional em homenagem aos militares do país, os principais índices de ações operam sem uma direção definida na manhã desta segunda-feira, 31. 

Sem os maiores atores do mercado financeiro mundial, a expectativa é de que o pregão de hoje na B3 tenha menor volume de negociação.

Apesar do clima misto nas bolsas de valores, as commodities voltam a ser negociadas em alta, o que pode criar um ambiente positivo para que o Ibovespa renove seu recorde de fechamento. Na última sexta-feira, 28, a marca foi batida pela primeira vez desde o início de janeiro. 

Referência para a política de preço da Petrobras (PETR3/PETR4), o petróleo brent avança cerca de 1%. A expectativa é de que a OPEP+ mantenha a oferta limitada em meio a uma demanda ascendente. O grupo formado pelos maiores exportadores de petróleo do mundo irá se reunir nesta terça-feira, 1. 

China

Já o minério de ferro subiu cerca de 5% na bolsa de Dalian, se recuperando das perdas das últimas semanas, quando o governo intensificou as tentativas de controlar o preço da commodity. A alta ocorreu mesmo após mais um sinal de desaceleração da indústria chinesa.

Divulgado na última noite, o índice de gerente de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial da China de maio para 51 pontos ante os 51,1 pontos registrados em abril. Ainda que acima da linha dos 50 pontos que divide a expansão da contração da atividade econômica, este foi o segundo mês consecutivo de declínio da pontuação.

Por outro lado, o PMI composto chinês está na direção inversa e chegou, em maio, ao terceiro mês de aceleração, ficando em 54,1 pontos. 

OCDE 

Embora a China apresente sinais de desaceleração, a OCDE revisou a projeção de crescimento da economia global para este ano para 5,8%. Em dezembro, a expectativa de crescimento era de 4,2%. Já para o PIB global de 2022, a organização, revisou suas estimativas de alta de 4% para 4,4%.

As revisões ocorrem em meio à aceleração dos planos de vacinação no mundo e após a forte recuperação da economia americana, que cresceu 6,4% no primeiro trimestre e reduziu os pedidos de seguro desemprego para níveis próximos aos do pré-pandemia.

Multiplan

A Multiplan (MULT3) informou por meio de fato relevante que seus shoppings em Curitiba foram restritos às atividades consideradas essenciais. Enfrentando aumento de casos de coronavírus, o município intensificou as medidas de isolamento neste sábado. O fechamento do atendimento presencial para serviços não essenciais irá valer até 9 de junho.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame