Hedge fund minúsculo faz história ao se converter em ETF | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Hedge fund minúsculo faz história ao se converter em ETF

PUBLICADO EM: 8.1.21 | 10H01
É uma nova embalagem para um portfólio com forte peso em tecnologia lançado em março de 2019 pela Upholdings Funds
ETFs

Os ETFs continuam a ganhar terreno tanto de fundos mútuos quanto de hedge funds graças à facilidade de acesso (Getty Images/iStockphoto)

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

(Bloomberg) -Enquanto o setor de gestão de ativos aguardava a transformação de um fundo mútuo em ETF pela primeira vez, algo inédito ocorreu com uma conversão de outro tipo.

Um minúsculo hedge fund dos Estados Unidos acaba de se tornar o primeiro a se converter em um fundo de índice.

O Ibovespa bateu os 120 mil pontos. Saiba como aproveitar o vaivém da bolsa com a EXAME Research

O Upholdings Compound Kings ETF (KNGS), com gestão ativa, começou a ser negociado na semana passada. É uma nova embalagem para um portfólio com forte peso em tecnologia lançado em março de 2019 pela Upholdings Funds, com sede em Nashville, Tennessee.

A empresa queria expandir sua base de investidores - em particular, para incluir investidores de varejo -, então começou a explorar o processo de conversão do hedge fund de US$ 3 milhões em março passado. Os planos foram formalmente protocolados na SEC em outubro.

“Você não deveria ter que ser rico e investir de forma privada para ir atrás de gestores que tentam superar benchmarks”, disse Robert Cantwell, fundador e diretor-presidente da Upholdings Group. O movimento é sobre “expandir o acesso a investimentos de crescimento de alta qualidade para investidores não credenciados”, disse.

É um sinal dos tempos para a indústria de investimentos. Os ETFs continuam a ganhar terreno tanto de fundos mútuos quanto de hedge funds graças à facilidade de acesso, enquanto investidores de varejo têm cada vez mais voz no mercado acionário. A estreia do KNGS ocorre enquanto o mercado de ETFs aguarda a primeira conversão de fundos mútuos, que emissores como Guinness Atkinson Funds e Dimensional Fund Advisors já estão planejando.

As ações de Internet representam 44% dos ativos do KNGS e as principais posições incluem empresas como Alibaba e Facebook, uma carteira com ganho de 115% desde o início do hedge fund até o final de 2020. O retorno se compara a um ganho de 80% para o índice Nasdaq 100, com forte peso do setor de tecnologia.

A taxa de administração do ETF é de US$ 6 para cada US$ 1.000 investidos.


Recomendado para você


Leia também

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame