Exame Invest
Mercados

Ibovespa opera entre ganhos e perdas com exterior misto

PUBLICADO EM: 27.9.21 | 9H33
ATUALIZAÇÃO: 27.9.21 | 16H29
Ações ligadas a commodities se recuperam e sobem mais de um 1% com alta do petróleo e do minério de ferro

Resumo do investidor

Às 16h - Ibovespa recua 0,16%, aos 113.111pontos; - Dólar comercial sobe 0,67%, a 5,380 reais; - EUA: Dow Jones sobe 0,30%, enquanto S&P 500 e Nasdaq recuam 0,14% e 0,38%.

Bolsa fundos sacam 31 bilhões em ações

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada | Guilherme Guilherme

Repórteres da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

O Ibovespa opera entre perdas e ganhos nesta segunda-feira, 27, em linha com o cenário misto nas bolsas do exterior. Por lá, as bolsas internacionais ainda se preocupam com sinais vindos da China, enquanto petróleo e minério de ferro se recuperam impulsionando o setor de commodities. Às 16h, o principal índice da bolsa brasileira recuava 0,16%, aos 113.111pontos.

Os índices americanos operam mistos, com investidores preocupados com uma possível desaceleração no crescimento da China. Na última semana, os temores rondaram o superendividamento da gigante imobiliária Evergrande, que poderia contaminar o setor imobiliário e afetar toda a economia do país

A empresa ainda não se manifestou sobre o pagamento de parte de sua dívida: 83,5 bilhões de dólares em juros sobre títulos emitidos pela empresa venceram na última quinta-feira. Agora, a questão se soma a uma possível crise no abastecimento de energia, que pode afetar severamente grandes centros industriais chineses.

A indústria do país, a propósito, é a principal responsável pela alta do minério de ferro. A commodity superou a marca de 120 dólares por tonelada e acelerou sua recuperação depois de atingir o nível mais baixo em mais de um ano. Isso porque investidores voltaram a apostar no minério com a perspectiva de que as siderúrgicas da China vão aumentar seus estoques da commodity antes do feriado prolongado do Dia Nacional. As comemorações começam no dia 1º de outubro e se estendem por 7 dias.

A notícia chegou a contribuir para a recuperação da Vale (VALE3), maior ação da bolsa brasileira, que sobe 0,93%. Os papéis buscam recuperação após acumularem perdas de 20% no mês de setembro devido às recentes quedas do minério.

O dia é de ganhos também para o petróleo. Nesta segunda, o petróleo Brent, referência para a política de preços da Petrobras voltou a subir, se aproximando da marca de 80 dólares o barril. 

Como pano de fundo da apreciação do petróleo está a expectativa de aumento da demanda, com as menores restrições de mobilidade em função de maiores índices de vacinação contra o coronavírus. Diante desse cenário, o Goldman Sachs alterou sua previsão para o preço do barril de 80 para 90 dólares até o fim do ano. 

A valorização do petróleo tende a impulsionar as ações do setor na bolsa. Um dos papéis que tem mais se beneficiado desse movimento é o da PetroRio (PRIO3), que acumula alta de 13,35% em um mês e, nesta segunda, dispara 4%, figurando entre as maiores altas do Ibovespa. A Petrobras (PETR3/PETR4) também sobe hoje, com as ações avançando cerca de 1,3%.

Mais cedo, a alta da Petrobras chegou a superar 2%, mas perdeu força após a companhia anunciar uma coletiva para esta tarde sobre o preço do combustível. Logo após o comunicado, as ações da estatal chegaram a entrar em terreno negativo, mas voltaram a operar em alta.

Destaques da bolsa

O maior destaque positivo da bolsa fica com as ações da BRF (BRFS3), que sobem 6,64% ainda estendendo os ganhos da sexta-feira. Na última semana, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a compra de ações da BRF pela rival Marfrig (MRFG3). Os papéis da Marfrig sobem 6,22%.

O dia também é positivo para o setor bancário, que tem grande peso no Ibovespa. Entre as maiores altas entre os grandes bancos, as units do Santander (SANB11) sobem 3,7% e as ações do Banco do Brasil (BBAS3) avançam 2,16%. 

Os papéis reagem à notícia de que o saldo das operações de crédito do sistema financeiro cresceu 1,5% em agosto, segundo informações do Banco Central. O BC também divulgou que, apesar da taxa média de juros ter aumentado, a inadimplência ficou estável.

Na ponta negativa do índice, as ações da Usiminas (USIM5) não conseguem aproveitar a alta do minério e recuam 2,15%, na contramão das demais siderúrgicas. A empresa anunciou em fato relevante que vai paralisar as operações de seu alto forno 2 da usina de Ipatinga (MG) por até 150 dias devido a um incidente na última sexta-feira.

Fora do Ibovespa, os papéis da Infracommerce (IFCM3) sobe 9,32% após a companhia anunciar a compra da Synapcom por cerca de 773 milhões de reais em dinheiro. A aquisição ocorre quatro meses após a Infracommerce ter concluído uma oferta inicial de ações (IPO) na bolsa.

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada | Guilherme Guilherme

Repórteres da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame