Exame Invest
Mercados

IPO da Multilaser, PIB chinês, estreia da CBA e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 15.7.21 | 7H01
ATUALIZAÇÃO: 15.7.21 | 8H29
Investidores digerem dados da economia chinesa, enquanto aguardam por pedidos de seguro desemprego nos EUA e balanços do segundo trimestre
Loja-Multilaser-Shopping-Patio-Paulista

Multilaser: IPO pode movimentar 2 bilhões de reais

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

Os principais índices de ações operam mistos nesta manhã de quinta-feira, 15, com investidores digerindo a bateria de dados econômicos divulgados na China e à espera dos pedidos de seguro desemprego nos Estados Unidos. No radar, estão os resultados do segundo trimestre que serão divulgados no mercado americano. Entre os mais importantes do dia estão o da maior empresa de semicondutores do mundo, a TSMC, e os do Morgan Stanley e United Health

China cresce

Divulgado na última noite, o PIB da China cresceu 1,3% no segundo trimestre, atingindo uma alta anual de 7,9%, quase em linha com o consenso de 8,1%. Por outro lado, a produção industrial e as vendas do varejo chinês superaram as estimativas, com respectivos crescimentos anuais de 8,3% e 12,1%.

Após a divulgação dos dados, o Composto de Xangai, principal índice de ações da China, fechou em alta de 1,02%, enquanto o minério de ferro chegou a subir 2% na bolsa de Dalian, atingindo a máxima desde 8 de julho, segundo a Reuters. 

Dados dos EUA 

Nos Estados Unidos, a expectativa é de que o número de pedidos de seguro desemprego, que sai às 9h30, seja o menor desde o início da pandemia, ficando em 360.000. Na última semana, os dados surpreenderam os investidores ao sair mais de 20.000 pedidos acima do esperado, superando até mesmo o registrado na semana anterior. Das últimas cinco divulgações, somente em uma os pedidos saíram abaixo do consenso de mercado. 

Ainda pela manhã, às 10h15, será divulgada a produção industrial americana, que deve registrar crescimento mensal de 0,6%, segundo estimativas do mercado. 

Powell no Congresso

Por volta do mesmo horário, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, irá para seu segundo e último dia de explicações ao Congresso americano sobre as políticas monetárias que vêm sendo adotadas. 

Na véspera, a sinalização de Powell de que a redução de estímulos via compra de ativos ainda está longe aumentou o apetite por risco no mercado, impulsionando as bolsas de valores. 

IPO da Multilaser

No Brasil, a agenda de ofertas públicas iniciais (IPOs, na sigla em inglês) esquenta o dia. Para esta quinta está prevista a precificação da oferta da Multilaser, empresa de tecnologia com atuação em diversas áreas, que vai de notebooks a robô aspirador. Com faixa indicativa entre 10,80 e 13 reais, a companhia pode movimentar 2 bilhões de reais em seu IPO, considerando a precificação de 11,90 reais. A estreia das ações na B3 está prevista para segunda-feira, 19.

Estreia da CBA

Quem estreia hoje na B3 são as ações da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA, CVAB3). No IPO, as ações da empresa foram precificadas a 11,20 reais, abaixo do piso da faixa indicativa de 14 reais, sinalizando alguma frustração em relação à demanda pelos papéis. 

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame