Exame Invest
Mercados

Microsoft se junta à Apple e entra para o clube dos US$ 2 tri de valor

PUBLICADO EM: 23.6.21 | 9H53
Ações acumulam alta de 67% desde o início de 2020; somente neste ano, papéis subiram 20%
SATYA NADELLA, CEO DA MICROSOFT: relatório publicado pelo Morgan Stanley aponta que a Microsoft será a primeira empresa a atingir 1 trilhão de dólares em valor de mercado

Satya Nadella: presidente da Microsoft | Foto: Lucas Jackson/Reuters

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

A Microsoft bateu 2 trilhões de dólares em valor de mercado no pregão de terça-feira, 22. No mundo, somente a Apple vale mais, com 2,24 trilhões de dólares de valor de mercado.

Além das duas gigantes da tecnologia, somente a petrolífera saudita Saudi Aramco batido a marca dos 2 trilhões de dólares na história. Atualmente, porém, seu valor de mercado é de 1,88 trilhão de dólares.

Desde o início de 2020, as ações da Microsoft acumulam cerca de 67% de alta. Além da maior busca por papéis de tecnologia em meio à pandemia, a expertise que a empresa vem apresentando com produtos em nuvem tem ajudado seu preço a disparar. Somente em 2021, suas ações já subiram cerca de 20%.

Invista com o maior banco de investimentos da América Latina. Abra sua conta no BTG Pactual digital

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame