Exame Invest
Mercados

Nem Black Friday muda humor de investidor sobre e-commerce nos EUA

PUBLICADO EM: 24.11.21 | 16H58
Balanços que desapontaram o mercado enxugaram US$ 10 bilhões em valor de mercado de grandes varejistas dos EUA esta semana

Investidores haviam vendido cerca de US$ 1,5 bilhão em ações da Nordstrom às 12h de Nova York (SOPA Images/LightRocket via Gett)

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Balanços que desapontaram o mercado enxugaram US$ 10 bilhões em valor de mercado de grandes varejistas dos EUA esta semana, entre elas Nordstrom e Gap, cujas ações chegaram a registrar as maiores quedas diárias das últimas décadas.

Investidores haviam vendido cerca de US$ 1,5 bilhão em ações da Nordstrom às 12h de Nova York, sendo que o papel da rede de lojas de departamento caiu quase 30% em determinado momento. No caso da Gap, a perda foi ainda maior, de aproximadamente US$ 2 bilhões. E, depois de dois dias de baixas, o valor de mercado da Dick’s Sporting Goods encolheu cerca de US$ 1,4 bilhão, enquanto a capitalização da Abercrombie & Fitch caiu em US$ 450 milhões.

Quer dar um upgrade no seu currículo? Confira os cursos com descontos na Black Friday da EXAME Academy

Todas essas varejistas foram ofuscadas pela Best Buy, que perdeu aproximadamente US$ 5,2 bilhões em valor de mercado desde a divulgação dos resultados na terça-feira, que mostraram margens mais baixas.

A ação da Nordstrom registrou a maior queda desde pelo menos 1983, o que eliminou os ganhos duramente conquistados no ano. A Gap sentiu impacto semelhante e, se ação continuar em baixa de 23% até o fechamento, poderá marcar a maior queda em uma sessão já registrada pela varejista de roupas.

Embora a derrocada tenha atingido o setor poucos dias antes da Black Friday, que dá início à crucial temporada de festas, o índice de varejo do S&P 500 ainda mostra ganho. Entre os destaques positivos: o papel da Guess? chegou a subir 16% na quarta-feira depois da divulgação de resultados que superaram as estimativas.

Um dia antes, a ação da Dollar Tree, varjista de descontos dos EUA, teve o melhor desempenho do S&P 500, com alta de 9% após publicar números acima de algumas projeções e também com destaque nas redes sociais ao aumentar o preço padrão dos itens em 25%, para US$ 1,25.

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame