Exame Invest
Mercados

No radar: balanço da Vale, GPS estreia na B3 e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 26.4.21 | 6H49
ATUALIZAÇÃO: 26.4.21 | 7H52
Com previsão de oito novas empresas na bolsa e balanços das principais companhias do Brasil e do mundo, semana promete ser uma das mais agitadas do ano
vale-ferro-produção

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Os principais índices de ações oscilam próximos da estabilidade nesta manhã de segunda-feira, 26, que marca o início de uma das semanas mais agitadas da temporada de balanços do primeiro trimestre.

A pandemia está mexendo com a economia e os negócios em todo o mundo. Venha aprender o que realmente importa na EXAME Invest Pro

Entre as empresas que devem divulgar resultado nesta semana estão algumas das mais valiosas do mundo, como Microsoft, Alphabet, Apple, Facebook e Amazon. Queridinha dos investidores, a Tesla apresenta seu balanço já nesta segunda. 

No Brasil, a temporada de balanços, iniciada na última sexta-feira com o resultado da Usiminas, esquenta com a divulgação de algumas das maiores companhias de commodities do país. Os grandes bancos, que possuem participação relevante no Ibovespa, também começam a apresentar seus resultados ao longo da semana.

Vale

Após o encerramento do pregão desta segunda, será a vez da Vale apresentar o resultado do primeiro trimestre. No mercado, a expectativa é de que a empresa apresente margens elevadas, com o minério de ferro sendo negociado em patamares elevados, acima de 150 dólares a tonelada. 

Por outro lado, a produção de minério de ferro, já divulgada na última semana, representou uma queda de 9,2% em relação ao mesmo período de 2020, decepcionando investidores. 

Hypera

Neste pregão, investidores também devem repercutir o resultado da Hypera (HYPE3), apresentado na noite de sexta-feira, 23. No primeiro trimestre, a companhia teve lucro líquido de 307,66 milhões de reais - um crescimento anual de 26,3%. 

Já a receita da companhia atingiu 1,331 bilhão de reais, ficando 43,7% acima do registrado no mesmo período do ano passado e superando o consenso de mercado de cerca de 1,1 bilhão de reais. A melhora, segundo a empresa, foi impulsionada pela receita com os medicamentos adquiridos da Takeda e da família Buscopan

IPOs

Além de balanços, a semana também deve ser uma das mais agitadas da agenda de ofertas públicas iniciais (IPO, na sigla em inglês), com até oito estreias de ações previstas até sexta-feira, 30.

GPS

Nesta segunda, será a vez do Grupo GPS (GGPS3) debutar na B3. Com as ações precificadas a 12 reais, a empresa de serviços de limpeza e segurança levantou 2,490 bilhões de reais. A empresa espera utilizar o dinheiro para aquisições e fortalecimento de caixa. 

Agenda econômica

Além da tradicional divulgação do boletim Focus, nesta segunda, também serão apresentados os dados de investimentos estrangeiros diretos no Brasil. Referente a março, a expectativa do mercado é de que o volume de investimentos tenha sido de 7,5 bilhões de dólares, abaixo dos 9 bilhões de dólares de fevereiro.

Nos Estados Unidos, a principal divulgação ficará com os pedidos de bens duráveis de março, para os quais o mercado espera um crescimento de 2,5% em relação ao mês anterior.

Esteja sempre informado sobre as notícias que movem o mercado. Assine a EXAME

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame