MERCADOS

No radar: restrições em SP e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 22.1.21 | 7H03
ATUALIZAÇÃO: 22.1.21 | 9H22
Bolsas internacionais recuam em meio à realização de lucros e novas medidas de isolamento no mundo
Centro de São Paulo, pessoas na rua de mascara

João Doria: governador de São Paulo; estado pode endurecer quarentena nesta sexta (Getty Images)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

Os índices futuros americanos recuam na manhã desta sexta-feira, 22, após o S&P 500 e o Nasdaq cravarem novos recordes no último pregão. Além de uma realização de lucros nos Estados Unidos, que vinha de três dias de alta, preocupações sobre as novas medidas para conter o coronavírus pesam negativamente no mercado internacional.

Quais os setores com maior potencial de alta no ano que começa? Descubra com a assessoria do BTG Pactual digital

Na Ásia, as principais bolsas fecharam em queda - com exceção da chinesa. Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 1,6%, após informações de que a região decretaria pela primeira vez um lockdown parcial, isolando cerca de 150 prédios residenciais. Segundo o South China Morning Post, a medida deve afetar entre 4.000 e 9.0000 pessoas. Além da Ásia, a Europa e o próprio Estados Unidos - agora comandado por Joe Biden - tem reforçado as restrições para frear o avanço do vírus.

Enquanto o mercado internacional pausa a sequência de três dias positivos, no local, a esperança é de que o Ibovespa volte a subir, depois de cair por três dias com as incertezas sobre as vacinações no país e com a possibilidade de novos auxílios elevando os temores fiscais. 

Propostas pelas fibras da Oi

Nesta sexta devem ser entregues as propostas pela rede de fibra óptica da Oi. De acordo com a Bloomberg, o BTG Pactual (do mesmo grupo controlador da Exame) e o Canada Pension Plan Investment Board estariam se preparando para uma oferta conjunta. Highline do Brasil e Ufinet - apoiada pela italiana Enel - também estariam interessadas no negócio. Após o envio das propostas, haverá a negociação para o contrato final. Cada proposta deve chegar com um prazo específico para a Oi responder. Em live realizada na semana passada, a diretora de finanças da Oi, Camille Farria, disse que espera conseguir valores acima do valor mínimo. Os ativos de fibra óptica foram separados em uma unidade produtiva isolada (UPI) avaliada em 20 bilhões de reais.

Restrições em São Paulo

O governo do estado de São Paulo deve endurecer o isolamento na região metropolitana nesta sexta. Novas restrições na principal região econômica do país pode ter implicações na bolsa, especialmente em ações de empresas mais dependentes da mobilidade social, como o varejo físico, shoppings centers, companhias aéreas e redes de ensino. Atualmente, a Grande São Paulo se encontra na denominada fase amarela, que representa o nível de gravidade 3 de uma escala de até 5.

Insumos por Ernesto Araújo

Enquanto novas medidas precisam ser tomadas para conter o vírus, o impasse sobre os insumos para a produção da CoronaVac no Brasil continuam. Segundo a Gazeta do Povo, a embaixada chinesa estaria pressionando o governo federal para demitir o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, em troca dos insumos da vacina. Ao longo dos dois anos no cargo, Araújo acumula xingamentos provocações gratuitas contra a China, chegando a se referir ao vírus como "comunavírus" e dizer que a doença fazia parte de plano da China para dominar o mundo.

BTG levanta R$ 2,57 bi 

O BTG Pactual informou ter fechado o bookbuilding da oferta subsequente de ações (follow-on, em inglês) com a precificação de suas units por 92,52 reais, resultando em um montante de 2,57 bilhões de reais - considerando o lote adicional. As units emitidas na oferta passam a ser negociadas na B3 na próxima terça-feira, 26. O banco de investimentos espera utilizar o dinheiro para aumentar sua participação com investidores de varejo.

Gafisa otimista para 2021

A Gafisa divulgou, por meio de fato relevante, que espera que seus lançamentos fiquem entre 1,5 bilhão de reais e 1,7 bilhão de reais neste ano. Segundo a empresa, a projeção representa aproximadamente o dobro dos lançamentos realizados em 2020. O otimismo para 2021 reflete o bom momento vivido pelo setor de construção, que tem se beneficiado de baixas taxas de juros e apresentando resultados recordes desde o terceiro trimestre do ano passado.

PetroRio conclui compra

A PetroRio recebeu o sinal verde da ANP para a  aquisição de 30% do Campo de Frade detida pela Petrobras. Segundo a empresa, a transação irá aumentar a produção diária em 17 milhões de barris 1P e em 5,2 mil barris de óleo. "A aquisição representa mais uma etapa de sucesso na execução da estratégia de crescimento da PetroRio, através da aquisição e desenvolvimento de campos produtores", afirma a empresa em fato relevante.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame