Os fundos de ações e multimercados mais rentáveis de 2020 | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Os fundos de ações e multimercados mais rentáveis de 2020

PUBLICADO EM: 7.1.21 | 8H30
ATUALIZAÇÃO: 7.1.21 | 8H11
Com alta das bolsas globais e dólar, fundos dedicados a ativos no exterior são destaque no ranking de ações e multimercados
trofeu; ranking; acoes

(Getty Images/iStockphoto)

Foto de Paula Barra da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Paula Barra

Repórter de mercados da Exame. Formada em jornalismo pelo Mackenzie e pós-graduada em Produtos Financeiros e Gestão de Risco pela FIA. Especializada na cobertura do mercado financeiro, com passagens pelo InfoMoney, Empiricus e TradersClub | paula.barra@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Em um ano marcado por forte instabilidade no mercado financeiro e que levou o Ibovespa a encerrar com alta de 2,92%, nove fundos de ações conseguiram reportar retorno acima de 50% em 2020, segundo ranking da Economatica elaborado a pedido da EXAME Invest

Conheça 10 investimentos recomendados para 2021 com o relatório gratuito do BTG Pactual digital

O grande destaque ficou com os fundos dedicados a investimentos no exterior, beneficiados tanto pela valorização dos ativos nos mercados globais, como pela alta do dólar, que avançou 29,36% contra o real no ano passado. Dos 15 melhores fundos de ações de 2020, 10 têm como estratégia buscar retorno em mercados globais.

No topo do ranking, aparece o fundo de BDR da Arbor Gestão de Recursos, com ganhos de 119,61%, seguido pelo Inter+, da Invexa, e MS Global, da XP Vista, com retornos de 96,44% e 91,31%, respectivamente.  

Além do fundo da Invexa, outros destaques entre os veículos dedicados a ações brasileiras são o Absoluto Partners, com ganho acima de 50%, e o Fator Sinergia, com rentabilidade de 46,7%. 

Os melhores multimercados

O levantamento avaliou ainda os fundos multimercados, que também tiveram como grande destaque os veículos com exposição global.

Dos 15 melhores fundos, oito são dedicados a investimentos no exterior, segundo o ranking da Economatica. No entanto, a maior rentabilidade ficou com o fundo da Versa Long Biased, que tem uma carteira comprada em ações brasileiras e teve ganhos de 83,79%. 

No segundo e terceiro lugar, apareceram os fundos do Santander e BB Dtvm, com retornos de 61,34% e 48,90%, respectivamente. 

Para o levantamento, foram considerados fundos com mais de 500 cotistas, patrimônio líquido superior a 100 milhões de reais e com gestão ativa. Foram excluídos os fundos de ações indexados, setoriais e mono ação, assim como os multimercados com estratégia específica, como aqueles destinados a criptoativos, ouro e dólar. 

Para todo investimento, é importante sempre lembrar que a rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Embora seja interessante observar o retorno histórico para ver como tal investimento se comporta em períodos adversos, para quem deseja investir em fundos, é aconselhável fazer uma avaliação mais detalhada de cada gestor, da estratégia do fundo para ver se adequa com o perfil de risco da sua carteira de investimentos.

Veja o ranking dos 15 melhores fundos de ações e multimercados abaixo:


Recomendado para você


Leia também

Foto de Paula Barra da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Paula Barra

Repórter de mercados da Exame. Formada em jornalismo pelo Mackenzie e pós-graduada em Produtos Financeiros e Gestão de Risco pela FIA. Especializada na cobertura do mercado financeiro, com passagens pelo InfoMoney, Empiricus e TradersClub | paula.barra@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame