Exame Invest
Mercados

Reação ao Copom, Multiplan reforça caixa e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 23.9.21 | 7H08
ATUALIZAÇÃO: 23.9.21 | 8H31
Bolsas internacionais avançam pelo terceiro dia seguido, mesmo com perspectivas de ajuste de juros mais cedo nos EUA
banco central crédito taxa selic

Fachada do Banco Central | Foto: Ueslei Marcelino/Reuters (REUTERS)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

O mercado internacional sobe pelo terceiro dia seguido, nesta quinta-feira, 23, ainda embalados pelas menores preocupações sobre a dívida da chinesa Evergrande e com a decisão do Federal Reserve (Fed) no radar. 

Na quarta-feira, 21, o Fed manteve sua taxa de juros próxima de 0%, mas crescem as pressões dentro do banco central americano para que um ciclo de alta tenha início ainda em 2022

Sobre a retirada dos estímulos mensais de 120 bilhões de dólares, o tapering, o Fed sinalizou que deve começar “em breve” e terminar em meados do ano que vem. As expectativas são de que o início fique para novembro.

Mantendo o "plano de voo"

No Brasil, investidores devem reagir ao Comitê de Política Monetária (Copom), que elevou a taxa Selic de 5,25% para 6,25% em decisão da última noite. Em comunicado, o Banco Central informou que “antevê um ajuste de mesma magnitude” para a próxima reunião, em novembro. 

Com a alta para 7,25% já sinalizada, o mercado espera que a taxa Selic encerre o ano pelo menos em 8%, com ajustes de 0,75 p.p. a 1,25 p.p. sendo projetados para a última reunião do ano. 

Embora a decisão de subir em apenas 1 p.p. na última reunião já fosse amplamente aguardada, uma fatia crescente do mercado acredita que o BC deveria acelerar o ciclo de alta de juros de modo a conter as expectativas de inflação para o ano que vem. 

Último dia para IPO da Bluefit

O período de reserva para participar da oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da rede de academias Bluefit encerra nesta quinta. A oferta ocorre cerca de dois meses após a abertura de capital de sua concorrente SmartFit (SMFT3), que acumula 13% de alta na bolsa contra queda de cerca de 10% do Ibovespa no mesmo período. A precificação das ações está prevista para esta sexta-feira, 24.

Multiplan reforça caixa

A Multiplan (MULT3) aprovou a emissão de 450 milhões de reais em debêntures com vencimento em 7 anos. O montante deve ser utilizado, segundo a empresa, para o pagamento de despesas gerais, dívidas de curto e longo prazo, investimentos e na gestão do fluxo de caixa. 

Luto na Klabin

O presidente do Conselho de Administração da Klabin (KLBN11), Armando Klabin, morreu ontem, aos 89 anos, no Rio de Janeiro. “Dr. Armando foi um homem de vanguarda, inesgotável capacidade de trabalho, era um apaixonado pela Klabin, pelo meio ambiente e pelo Brasil”, diz Marcos Paulo Conde Ivo, diretor de RI, em fato relevante. 

Irani investe em tecnologia

A Irani (RANI3) anunciou que irá investir 70,2 milhões de reais em sistemas de gerenciamento de informações e de automação para a fábrica de embalagens. O dinheiro também será usado na ampliação da Estação de Tratamento de Efluentes para a fábrica de  Papel de Vargem Bonita, em Santa Catarina.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame