MERCADOS

Restrições na China afetam minério de ferro e podem impactar Vale

PUBLICADO EM: 22.3.21 | 9H56
ATUALIZAÇÃO: 22.3.21 | 10H00
Medidas contra poluição no gigante asiático derrubam futuros da commodity
Minério de ferro: os futuros do minério caíram nesta terça-feira, um dia após registrarem o maior recuo para um único dia em quase 10 meses

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

(Reuters) Os futuros do minério de ferro na China despencaram nesta segunda-feira, 22, derrubados por preocupações com a possibilidade de mais cortes de produção de aço no pólo siderúrgico de Tangshan.

A demanda mais fraca pelo minério de ferro, usado na fabricação do aço, pode afetar o preço das ações da Vale (VALE3), que recuaram 2,69% no acumulado da última semana.  

Quer mudar de carreira e não sabe por onde começar? Conheça as Jornadas de Finanças e Negócios

A China, que responde por mais da metade da capacidade de produção de aço, prometeu fiscalizar violações a regras de qualidade do ar em Tangshan, com a cidade emitindo um alerta de que prorroga restrições à produção para combater a poluição.

O contrato mais negociado do minério de ferro na bolsa chinesa de Dalian encerrou o pregão diurno com queda de 5,9%, a 1.004,50 iuanes (154,35 dólares) por tonelada.

Na bolsa de Cingapura, o contrato para abril recuava 2% no início da manhã, para 151,10 dólares/tonelada.

As medidas em Tangshan foram vistas como parte de movimentos da China para apertar regulamentações ambientais nos próximos três anos.

"O espectro de mais restrições no mercado imobiliário também está pesando sobre o sentimento", disseram estrategistas de commodities da ANZ em nota.

O vergalhão de aço para construção na bolsa de futuros de Xangai devolveu ganhos iniciais e recuou 0,1%.

*Com redação

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame