MERCADOS

Reunião da OPEP, PIB do Brasil e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 1.6.21 | 7H01
ATUALIZAÇÃO: 1.6.21 | 8H04
Com expectativa de aumento de demanda e oferta contida, petróleo brent sobe e bate maior patamar desde maio de 2019
Equipamentos de extração de petróleo em campos terrestres: especialidade da 3R Petroleum

Equipamentos de extração de petróleo em campos terrestres | Foto: Nick Oxford/File Photo (REUTERS)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

O mercado internacional voltou a ganhar tração nesta terça-feira, 1, com investidores britânicos e americanos voltando a operar após aproveitarem o feriado do início da semana. 

, que estavam de folga no início da semana. Com o otimismo sobre a recuperação da economia global se sobrepondo a qualquer temor de inflação, bolsas do mundo todo sobem nesta manhã. 

O movimento positivo também passa pelo mercado de commodities, com o barril de petróleo brent avançando mais de 2%, com investidores atentos à reunião da OPEP+, realizada nesta manhã. 

De acordo com a Reuters, o cartel deve manter a redução gradual da oferta de petróleo. O secretário-geral da OPEP, Mohammad Barkindo, não espera que o aumento de oferta por parte do Irã cause problemas nos preços. 

Com a expectativa de aumento de demanda e oferta contida, o petróleo brent bateu sua máxima desde maio de 2019, sendo cotado a 70 dólares. Já o petróleo WTI, que chegou a ser negociado em patamares negativos no auge da crise do coronavírus, bateu seu maior patamar desde outubro de 2018.

PIB

Internamente, o principal indicador econômico do dia será o PIB do primeiro trimestre, que será divulgado em meio ao crescente otimismo sobre a economia local. A expectativa é de alta trimestral de 1% e anual de 0,8%. Embora parte do resultado tenha sido comprometido pelo endurecimento das medidas de isolamento em março, mas dados sobre o período já demonstraram que os impactos não foram tão grandes.

IPP

Outro dado que deve estar no radar dos investidores é o índice de preço ao produtor (IPP). Mais sensível à variação cambial e das commodities, o IPP apresentou alta mensal superior a 3% nos últimos três meses.

PMIs

Além do PIB e inflação, sairá nesta manhã, às 10h, o índice de gerente de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial do Brasil referente ao mês de maio. Em abril, o PMI ficou em 52,3%, pouco acima da linha dos 50 pontos que delimita a expansão da contração econômica. Nos Estados Unidos, os PMIs serão divulgados por volta das 11h. 

Na Europa, onde os PMIs já foram divulgados, os números surpreenderam positivamente. Na Zona do Euro, o PMI industrial bateu 63,1 pontos ante estimativas de 62,8 pontos. Já na Alemanha, o PMI industrial ficou em 64,4 pontos, também acima do esperado. 

BB Seguridade

O presidente do BB Seguridade (BBSE3), Marcio Hamilton, deve deixar o comando da empresa para Amauri Vasconcelos, ex-diretor-superintendente do fundo de pensão da antiga Nossa Caixa, segundo o Valor. Ainda de acordo com o jornal, o nome de Vasconcelos já está sendo analisado pela Casa Civil.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame