Exame Invest
Mercados

Sem acordo na Opep, petróleo supera US$ 82, maior alta desde 2018

PUBLICADO EM: 5.10.21 | 10H03
OPEP+ confirmou que manteria política atual com a retomada da demanda por derivados de petróleo, apesar da pressão por um aumento maior da produção
Equipamentos de extração de petróleo em campos terrestres

(REUTERS)

Imagem da Editoria Exame Invest
Agência O Globo



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Os preços do petróleo atingiram seus níveis mais altos em pelo menos três anos, estendendo os ganhos da sessão da véspera, que veio depois que os principais produtores de petróleo do mundo anunciaram que decidiram manter um limite no fornecimento de petróleo.

Às 7h21 (hora de Brasilia), o petroleo Brent era negociado a US$ 82,24, alta de 1,21%, maior cotação desde 2018 . Já o Texas, referência nos Estados Unidos, era cotado a US$ 78,52, alta de 1,16%, maior nível desde 2014.

Na segunda-feira, a OPEP+ confirmou que manteria sua política de produção atual com a retomada da demanda por derivados de petróleo, apesar da pressão de alguns países por um aumento maior da produção.

 

Imagem da Editoria Exame Invest
Agência O Globo


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame