Exame Invest
MERCADOS

Sequoia tem alta de 120% em seis meses e anuncia oferta de até R$ 1 bi

PUBLICADO EM: 6.4.21 | 10H20
ATUALIZAÇÃO: 6.4.21 | 21H48
Maior empresa independente de logística do país pretende levantar recursos para novas aquisições, além de 'dar nova saída' para fundo Warburg Pincus
Centro de distribuição da Sequoia Logística em Embu das Artes, na região metropolitana de São Paulo

Centro de distribuição da Sequoia Logística: nova oferta para levantar recursos para investimentos

Foto de Marcelo Sakate da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Marcelo Sakate

Editor da EXAME Invest, jornalista com MBA em Mercado de Capitais e experiência em Folha de S. Paulo, Veja, 6 Minutos e CNN Brasil | marcelo.sakate@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Centro de distribuição da Sequoia Logística em Embu das Artes, na região metropolitana de São PauloA Sequoia (SEQL3) anunciou ao mercado nesta terça-feira, 6, que vai realizar uma oferta subsequente de ações para captar até 975 milhões de reais, com base no preço de fechamento da ação em 27,27 reais na véspera e a colocação integral de lotes adicionais. Sem os lotes, a oferta pode captar 722 milhões de reais.

As ações da Sequoia subiram 120% em seis meses, desde o IPO (oferta pública inicial, na sigla em inglês) no começo de outubro de 2020.

É a maior empresa independente de logística do país, com quase 20% de participação do mercado e crescimento de 35% ao ano com entregas para e-commerce.

A oferta estará aberta para acionistas que queiram subscrever as ações dentro do limite de proporção de suas respectivas participações e para investidores qualificados, ou seja, com ao menos 10 milhões de reais em investimentos.

Serão 8.287.293 novas ações a serem emitidas na oferta primária e, inicialmente, 18.194.242 de ações hoje em poder da empresa de private equity Warburg Pincus. O preço será definido após a conclusão da coleta de intenções de investimento junto a investidores profissionais.

A empresa de logística anunciou há duas semanas a compra da Plimor, uma transportadora do sul do país com foco em entregas expressas. Foi a quarta aquisição desde dezembro passado.

Com dinheiro em caixa depois da oferta pública inicial que movimentou 1 bilhão de reais, a Sequoia tem um pipeline com novas aquisições em negociação. Para maio, a empresa espera concluir mais uma compra.

Os recursos levantados com a oferta primária serão destinados para aquisições, além de investimentos em automação logística e novas tecnologias, segundo o fato relevante.

Foto de Marcelo Sakate da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Marcelo Sakate

Editor da EXAME Invest, jornalista com MBA em Mercado de Capitais e experiência em Folha de S. Paulo, Veja, 6 Minutos e CNN Brasil | marcelo.sakate@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame