Exame Invest
Mercados

Super Quarta com Copom e Fed, acordo da Evergrande e o que move o mercado

PUBLICADO EM: 22.9.21 | 7H04
ATUALIZAÇÃO: 22.9.21 | 7H07
Bolsas sobem no exterior à espera de discurso do presidente do Fed; Copom deve subir Selic para 6,25%
FED

Jerome Powell: presidente do Federal Reserve | Foto: Kevin Lamarque/REUTERS

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Os principais índices internacionais de ações avançam nesta quarta-feira, 22, pelo segundo dia seguido, com menores preocupações sobre os efeitos do superendividamento da Evergrande. 

Caso Evergrande

Nesta madrugada, uma unidade do conglomerado, a Hengda Real State, anunciou que fará o pagamento de juros em dia, na quinta-feira, 23, de títulos de dívida em moeda local. Segundo a Bloomberg, o acordo para o pagamento foi realizado após negociações com os detentores dos títulos. 

Com um passivo de 300 bilhões de dólares, a gigante do setor imobiliário chinês tem causado preocupação entre investidores e até mesmo ofuscado parte das discussões sobre retirada de estímulos monetários. O “tapering”, no entanto, deve voltar ao centro das conversas em mesas de negociação nesta quarta, com a decisão de juros nos Estados Unidos.

Tapering hoje ou só em novembro? 

Com a expectativa, mais uma vez, unânime para a manutenção do intervalo dos juros americanos entre 0% e 0,25%, as atenções devem se voltar para o discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell.

Após sinalizar que a retirada dos estímulos de 120 bilhões de dólares mensais via recompra de ativos poderia iniciar ainda neste ano, investidores esperam por novidades sobre o tapering. 

No entanto, uma pesquisa feita pela CNBC mostra que a expectativa do mercado americano é de que a medida seja anunciada oficialmente somente na próxima reunião do Fed, em novembro. 

A decisão de juros está prevista para às 15h, com a fala de Powell programada para às 15h30.

Selic a 6,25%?

Para fechar a Super Quarta, o Comitê de Política Monetária (Copom) deve promover mais uma alta da taxa de juros Selic no início desta noite. 

Na última semana, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sinalizou que irá “manter o plano de voo” nesta reunião, sugerindo um aumento de 1 ponto percentual para 6,25%. 

Mas, com a inflação alta e expectativas acima do centro da meta do ano que vem, um aumento de juros ainda mais duro poderia ser bem recebido pelo mercado, que já se preparava para uma alta de até 1,5 p.p., antes das declarações de Campos Neto. 

Totvs capitalizada

A Totvs (TOTS3) precificou sua oferta subsequente de ações (follow-on, em inglês) a 36,75 reais, com desconto de 1% em relação ao preço do último fechamento. O montante levantado foi de cerca de 1,5 bilhão de reais. O dinheiro deve ser utilizado para potenciais aquisições e investimentos em tecnologia. 

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame