Exame Invest
Mercados

Temporada de balanços, Vale, Gafisa, IPOs e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 20.7.21 | 7H08
ATUALIZAÇÃO: 20.7.21 | 7H44
Índices de ações se recuperam de perdas por preocupação com variante delta; Neoenergia e Romi estreiam abrem temporada de balanços brasileira
Mineração na S11D; Minério de ferro; Carajás; Vale; Carajás /PA

Mineração da Vale em Carajás-PA | Foto: Germano Lüders/Exame

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

As principais bolsas de valores sobem nesta terça-feira, 20, recuperando-se das perdas do início da semana provocadas por preocupações sobre os efeitos econômicos da variante delta do coronavírus. 

Mais contagiosa, a delta tem feito subir o número de casos mesmo em países com altas taxas de vacinação e levado a volta de medidas para conter a disseminação do vírus. Na véspera, o Dow Jones teve seu pior desempenho desde outubro, caindo 2,09%. Nesta manhã, o índice americano sobe cerca de 0,40% no mercado de futuros, assim como o S&P 500 e o Nasdaq. No Brasil, o Ibovespa caiu 1,24% e o dólar subiu mais de 2%.

Na Europa, onde as bolsas abrem mais cedo, o índice Stoxx 600 sobe cerca de 0,5%. Na Alemanha, o DAX sobe 0,3%, tendo no radar o índice de preço ao produtor do país, que atingiu o acumulado de 8,5% em 12 meses ante a expectativa de 8,4%.

Nos Estados Unidos, o principal indicador econômico será o de licenças para construção de junho para o qual se espera 1,7 milhão de licenças ante 1,683 milhão no mês anterior. 

Temporada de balanços

No Brasil, a temporada de balanços do segundo trimestre começa hoje, com a divulgação dos resultados de Neoenergia (NEOE3) e Romi (ROMI3) após o encerramento do pregão. Com um dos melhores desempenhos entre as small caps, as ações da Romi acumulam alta de 100% no período de um ano. Já os papéis da Neoenergia tiveram queda de cerca de 17% no mesmo período. 

A próxima empresa a divulgar resultado será a Hypera (HYPE3), somente na sexta-feira, 23. A temporada de balanços só irá esquentar mesmo na semana que vem, para quando são esperados mais de 30 divulgações, entre elas, as da Vale (VALE3) e Ambev (ABEV3). 

Vale 

Um esboço do que esperar para o balanço da Vale já foi apresentado na última noite, em seu relatório de produção do segundo trimestre. No período, a mineradora registrou aumento de 23% nas vendas de minério de ferro na comparação anual, com a o nível da produção batendo 75,7 milhões de toneladas, quase em linha com as expectativas do mercado de 78 milhões de toneladas. Em Nova York, as ADRs da Vale sobem cerca de 0,7%.

Gafisa

A Gafisa (GFSA3) anunciou que pretende fazer uma oferta subsequente de ações de até 300,5 milhões de reais. O valor da emissão já foi fixado em 4,59 reais e levou em consideração o preço do papel nos últimos 30 pregões. No mínimo, 44,7 milhões de reais desse montante deve ser utilizado para que debenturistas possam subscrever ações. O restante, segundo a empresa, deve ser destinado a projetos do Gafisa Propriedades. 

IPOs 

Estão previstas para esta terça as precificações das ofertas públicas iniciais (IPO, na sigla em inglês) da Multilaser e Privalia. O IPO da Multilaser estava previsto para a última semana, mas a empresa foi aconselhada pela CVM a adiar a oferta por alterações em números do balanço. 

Com faixa indicativa entre 10,30 e 13 reais por ação, a oferta deve movimentar cerca de 2 bilhões de reais, considerando o centro da faixa. Já a Privalia tem faixa indicativa entre 16,30 e 18,10 reais e pode movimentar 750 milhões de reais em sua oferta, também considerando o centro da faixa. 

Desktop

A Desktop, de serviços de banda larga, precificou sua oferta ontem a 23,50 reais por ação, próximo do piso de sua faixa indicativa que era entre 23 e 28 reais. As ações irão estrear na B3 nesta quarta-feira, 21, sob o ticker DESK3.

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame