Exame Invest
Mercados

Tupy: como o aval do Cade à compra da Teksid influencia as ações?

PUBLICADO EM: 17.4.21 | 8H45
ATUALIZAÇÃO: 16.4.21 | 22H09
Análise de Vitor de Melo, da EXAME Invest Pro, sobre a aquisição da grupo italiano mostra riscos e oportunidades de investimento na empresa do ramo metalúrgico
Tupy (TUPY3)

Tupy: compra da Teksid pela empresa foi anunciada no final do ano de 2019

Imagem da Editoria Exame Invest
Juliano Passaro

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

A Tupy (TUPY3) divulgou, na última quarta-feira, 14, que recebeu a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para comprar os negócios globais de ferro da Teksid, empresa italiana especializada em produção de ferro e peças fundidas para indústria automotiva.

As ações da multinacional brasileira de metalurgia fecharam o pregão desta sexta-feira, 16, cotadas a R$ 24,26, com uma leve variação positiva de 0,17%. No dia do anúncio, porém, os papéis da Tupy dispararam e fecharam o dia em alta de 6,57%, cotados a R$ 24,98. Mas qual o impacto da aquisição aprovada para as ações?

A EXAME Invest Pro preparou um relatório sobre o desfecho do negócio e evidenciou os potenciais ganhos para a empresa brasileira.

EXAME Invest Pro analisa compra da Teksid pela Tupy

 

De acordo com o analista da EXAME Invest Pro, Vitor de Melo, o anúncio da Tupy em relação à aquisição da Teksid reforça a visão positiva da casa de análises sobre a empresa.

O especialista destacou alguns pontos da empresa em relação a riscos e oportunidades. Um dos destaques é a potencial demanda forte por construção pesada no segundo semestre deste ano e a sólida demanda do mercado dos Estados Unidos. "A escassez de semicondutores na indústria automobilística está impactando menos os veículos pesados do que os leves, mitigando o risco de demanda da Tupy", afirmou.

Para saber mais detalhes sobre o relatório, preço-alvo de empresas e recomendações, clique aqui.

Melo destaca no relatório três riscos envolvendo investimentos na empresa, entre eles uma reação não esperada da economia apesar dos estímulos de governos e principais bancos centrais.

A aquisição da Teksid pela Tupy

 

A compra da Teksid pela Tupy foi anunciada no final do ano de 2019. O valor da transação na ocasião foi de 210 milhões de euros e previa à metalurgica brasileira o direito às operações da companhia no Brasil, no México, em Portugal, na Polônia e na China. Além disso, a negociação também englobava os escritórios na Itália e nos EUA.

Apesar de ter sido aprovada pelo Cade e de já ter autorização de autoridades antitruste europeias, a Tupy ainda aguarda as aprovações de órgãos antitruste dos EUA e do México para, enfim, concretizar a transação.

Imagem da Editoria Exame Invest
Juliano Passaro

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame