Último dia para entrar no IPO da LG Informática: vale a pena? | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Último dia para entrar no IPO da LG Informática: vale a pena?

PUBLICADO EM: 31.3.21 | 6H00
ATUALIZAÇÃO: 30.3.21 | 21H51
Período de reserva para participar da oferta termina nesta quarta-feira, 31; estreia da empresa na B3 está prevista para o dia 6 de abril
Teclado azul e fundo azul

Empresa especializada em softwares de gestão de recursos humanos pode levantar 900 milhões de reais com IPO (Getty Images)

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter especializada na cobertura de mercados. Formada pela ECA-USP, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM.



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 4MIN

Investidores não institucionais têm até esta quarta-feira, 31, para participar da oferta pública inicial de ações (IPO) da LG Informática. A empresa especializada em softwares de gestão de recursos humanos pode levantar 900 milhões de reais com a operação.

Quer mudar de carreira e não sabe por onde começar? Conheça as Jornadas de Finanças e Negócios

O valor considera o centro da faixa de preço estimada para a ação, de 17,50 reais cada. A definição do preço da operação está prevista para 1º de abril, quinta-feira, com a estreia das ações no pregão da Bovespa em 6 de abril, negociadas sob o ticker GENT3.

A LG Informática (que não tem qualquer relação com a fabricante de eletrônicos sul-coreana LG) informou que pretende usar o dinheiro para pesquisa e desenvolvimento, inclusive para projetos de monetização da base, aquisições de outras empresas, marketing e reforço do capital de giro.

A oferta será dividida em 20 milhões de papéis em oferta primária – em que os recursos vão para o caixa da empresa – e outros 31,4 milhões em distribuição secundária, em que os atuais acionistas vendem uma fatia de suas participações. 

O fundo Mont Blanc Brasil Partners e os acionistas individuais Daniela Reis Teixeira Mendonça, Mônica Nascimento Cunha e Gustavo Reis Teixeira serão os principais beneficiários da oferta secundária, que representa 61% do IPO.

Se houver alta demanda, há ainda possibilidade de um lote adicional de 10,2 milhões de ações e suplementar de 7,7 milhões de papéis.

O que os analistas dizem

O fato de a maior parte do capital da oferta ser destinado aos acionistas vendedores é um dos motivos que analistas da Suno apontam para recomendar ao investidor ficar de fora da oferta. 

“Quando pensamos em um IPO, gostamos da ideia de tornar-se sócio e financiar o crescimento de companhias (oferta primária), e não comprar a parte referente aos antigos sócios (oferta secundária)”, afirmam em relatório.

Outro ponto destacado pelos analistas é o valuation da empresa, que não traria margem de segurança na faixa de preços estipulada na oferta – entre 15 e 20 reais. A Suno projeta um preço-alvo de 6,03 reais por ação, uma perda (downside) de 65,5% em relação ao preço médio da faixa indicativa, de 17,50 reais

Isso porque a casa de análise não espera um crescimento acelerado da empresa, mesmo com ela no setor de tecnologia, que tem ainda grande espaço para expansão no país. As justificativas para isso são duas: o mercado ainda está em desenvolvimento no Brasil e a companhia fornece um histórico de resultados limitado, de apenas três anos.

A Eleven Financial, por sua vez, também destaca que os múltiplos – métricas de avaliação da empresa – estão acima do ideal quando comparados a outros players nacionais. 


Recomendado para você

No caso dos pares internacionais, o preço está descontado, mas a comparação é difícil. Em relatório, os analistas apontam que a receita recorrente – via modelo de assinaturas, por exemplo – dos concorrentes de fora é muito superior à da LG Informática, o que dificulta a análise.

Neste ponto, a LG afirma que pretende migrar sua base de clientes apenas para esse modelo, o que é positivo para a receita recorrente da empresa, mas também apresenta um desafio tecnológico de adaptação dos clientes que, segundo a Eleven, podem partir em busca de soluções de concorrentes.

A equipe de research vê com bons olhos a destinação de 38% dos recursos da oferta para operações de fusão e aquisição, mas critica o percentual de 18% reservado para marketing no mercado de pequenas e médias empresas (PMEs). Os analistas consideram arriscado explorar o mercado de PMEs porque a maior parte das soluções da LG é voltada para grandes empresas e podem não se adequar ao novo público.

Considerando os riscos, a Eleven não recomenda ao investidor participar da operação. Ainda assim, o preço-alvo da casa de análise para as ações da LG é de 18 reais, o que representa um ganho (upside) de 3% com base nos 17,50 reais estabelecidos no ponto médio da faixa indicativa de preço. 

Como participar 

Para fazer a reserva de ações da companhia, o investidor precisa avisar a sua corretora sobre quantos papéis gostaria de comprar no IPO e por qual preço. O valor mínimo para participar é de 3.000 reais, e o máximo, de 1 milhão de reais. O período de reserva para participar da oferta termina nesta quarta, 31.

 

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

 


Leia também

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter especializada na cobertura de mercados. Formada pela ECA-USP, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM.


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame