Exame Invest
Mercados

Vale e Petrobras pressionam queda do Ibovespa com commodities em baixa

PUBLICADO EM: 16.9.21 | 10H23
ATUALIZAÇÃO: 16.9.21 | 16H17
Queda de commodities pressiona bolsa, que também reflete cenário negativo vindo dos EUA

Resumo do investidor

Às 16h: - Ibovespa cai 1,13%, aos 113.764 pontos; - Dólar comercial sobe 0,60%, a 5,269 reais; - EUA: Dow Jones cai 0,05%, S&P 500 recua 0,04% e Nasdaq sobe 0,11%.

B3; Bolsa; Bovespa; Painel; Investimento; Ações

Painel de cotações da B3, em São Paulo | Foto: Germano Lüders/Exame

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme | Beatriz Quesada

Repórteres da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

O Ibovespa recua nesta quinta-feira, 16, puxado pelas ações da Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3/PETR4), que registram perdas, em linha com a desvalorização de commodities no exterior. Às 16h, o principal índice da B3 cai 1,13%, aos 113.764 pontos. Já o dólar avança 0,6%, sendo negociado a 5,26 reais. O movimento acompanha a valorização da moeda americana no mundo.

O recuo da Vale é, mais uma vez, causado pela derrocada dos preços no minério de ferro. Nesta madrugada, a commodity caiu mais de 3% em meio a esforços do governo chinês em conter a produção local de aço para manter suas metas ambientais. Com o minério sendo negociado próximo das mínimas deste ano, ações mineradoras do mundo inteiro operam no campo negativo. Na bolsa de Londres, os papéis da Rio Tinto e BHP fecharam em queda. Aqui, a Vale cai 3,25%.

A desvalorização do minério de ferro também arrasta para baixo ações das principais siderúrgicas do país. Na ponta negativa do Ibovespa, a CSN (CSNA3) despenca 5,25%, enquanto Usiminas (USIM5) e Gerdau (GGBR4) têm respectivas perdas de 4,31% e 2,96%.

Ainda no setor de commodities, os papéis relacionados ao petróleo recuam com a correção de preços no mercado. Após dispararem mais de 7% na última sessão, as ações da PetroRio (PRIO3) caem 1,66%, enquanto as da Petrobras (PETR3/PETR4) recuam 0,74% e 1,1%, respectivamente. 

No caso da Petrobras, o problema também é político. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, voltou a criticar a petroleira, afirmando que a Petrobras precisa dividir parte de sua riqueza com a população brasileira e que sua política de preços não é justa.

Nos Estados Unidos, o cenário é também de preocupação. Por lá, dados positivos na economia renovaram os temores de que os estímulos monetários do Federal Reserve (Fed, banco central americano), sejam retirados antes do esperado.

Divulgados nesta quinta, os pedidos semanais de seguro desemprego dos EUA ficaram em 332.000, quase em linha com o consenso de 330.000 pedidos. Já as vendas do varejo americano de agosto surpreenderam positivamente, com alta mensal de 0,7%. A expectativa era de queda de 0,8%.

Destaques da bolsa

Fora do Ibovespa, as ações da Log-In (LOGN3) lideram as altas da bolsa, disparando 34%, após a Sas Shipping, subsidiária da suíça MSC, entrar com pedido de autorização no Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade, para assumir o controle da empresa brasileira por meio de uma oferta pública de aquisição (OPA). O objetivo seria comprar até 67%. O objetivo seria comprar até 67% do capital social da companhia.

Entre as ações que compõem o Ibovespa, as da Hering (HGTX3) lideram as altas do dia, subindo 4,63%. Em comunicado divulgado na véspera, a companhia confirmou que o acordo de combinação de negócios com o Grupo Soma foi aprovado em assembleia pelas duas empresas.

Também entre as maiores altas, os papéis do Assaí (ASAI3) sobem 2,26%, refletindo o anúncio da parceria para possibilitar compras em 25 cidades pelo aplicativo Cornershop by Uber ou por meio da função Mercado do Uber e Uber Eats. "Todas as compras serão realizadas pelos Shoppers, entregadores autônomos, que selecionam, separam e entregam os itens. Além de receber atualizações de status sobre o pedido, é possível indicar preferências de produtos, como escolher o ponto preferido de uma fruta ou vegetal", explica o Assaí em fato relevante.

Na ponta negativa, os papéis da Bradespar (BRAP4) recuam 3,29%. O movimento é influenciado pela desvalorização da Vale, já que a holding possui grande participação na mineradora, e também pela realização de lucros, após seus papéis terem subido 5,23% no último pregão, após anunciar que irá distribuir 5,3 bilhões de reais em ações da Vale a seus acionistas.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme | Beatriz Quesada

Repórteres da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame