Exame Invest
Mercados

Variante ômicron, Vale Day, Azul e Latam e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 29.11.21 | 7H03
ATUALIZAÇÃO: 29.11.21 | 7H12
Bolsas estrangeiras sobem e recuperam parte das perdas provocadas por temores de nova cepa da covid-19
A logo of the Brazilian mining company Vale SA is seen in Brumadinho

Vale: mineradora apresenta planos para investidores nesta segunda | Foto: Adriano Machado/Reuters (REUTERS)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

O mercado internacional sinaliza um dia de recuperação nesta segunda-feira, 29, com as principais bolsas do mundo buscando ganhos de 1%, após terem apresentado duras perdas na sexta-feira, 26, por temores sobre a nova variante do coronavírus, a ômicron.

No fim de semana, especialistas da África do Sul, que alarmaram o mundo sobre a nova variante, disseram que seus sintomas são “extremamente leves”, apesar de toda a incerteza que envolve a doença.

Na Europa, onde as pressões por novas restrições aumentam com o avanço do número de casos e temores sobre a nova cepa, o índice Stoxx 600 sobe 0,87%, após ter caído 3,67% na última sessão. Nos Estados Unidos, os principais índices chegaram a cair mais de 2% na sexta e avançam cerca de 1% nesta manhã, no mercado de futuros.

Os investidores americanos também chegam para esta segunda para seu primeiro pregão cheio desde quarta-feira. 24, dia anterior ao feriado de ação de graças.

Por lá, o mercado ainda estará atento às falas do presidente do Fed, Jerome Powell, com discurso programado para às 12h. Às 14h15, será a vez de Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu. Nos discursos, investidores buscarão pistas sobre uma possível aceleração da retirada de estímulos.

No Brasil, o mercado segue atento às movimentações políticas. Em Brasília, há a expectativa de que a PEC dos Precatórios seja votada nesta terça. No radar também estão os preparativos para as eleições de 2022.

Neste fim de semana, o governador do estado de São Paulo, João Doria, venceu as prévias do PSDB e já busca alianças para ser o principal nome da chamada “terceira via”, que teria como objetivo quebrar a polarização entre os dois principais candidatos, o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Com o mercado avesso ao Lula e ao Bolsonaro, o fortalecimento da terceira via pode servir de gatilho de alta para as ações.

Vale Day

Nesta segunda, a Vale (VALE3), principal empresa da bolsa em valor de mercado e participação no Ibovespa, irá apresentar seus planos em evento aberto para investidores. Realizado em Nova York, o Vale Day terá transmissão ao vivo a partir das 13h30 de Brasília.

Proposta pela Latam

Em fato relevante divulgado na última noite, a Azul (AZUL4) informou ter feito uma proposta confidencial pela Latam no início do mês, que inclui 5 bilhões de dólares de financiamento em ações. Pela nova estrutura, os credores da Latam teriam participação na empresa formada pelas duas companhias.

“A Azul acredita que a proposta proporciona um crescimento significativo da malha aérea, com expansão no número de destinos e maior conveniência, produtos e serviços, beneficiando os clientes tanto da Azul como da Latam”, afirma a Azul. Segundo a empresa, a operação geraria sinergia de 4 bilhões de dólares em valor de mercado acima do plano independente da Latam.

Alliar aceita oferta

A Alliar (AALR3) informou na sexta-feira, 26, ter aceitado a proposta da gestora MAM, ligada ao empresário Nelson Tanure, para a aquisição de até a totalidade de suas ações por 20,50 reais cada.

Antes mesmo de a proposta ser aceita, a gestora MAM já era a maior acionista individual da empresa, com 27,87% do capital. As ações da Alliar acumulam cerca de 50% de alta nos últimos seis meses.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame