MERCADOS

10 notícias para lidar com os mercados nesta sexta-feira

PUBLICADO EM: 19.11.10 | 8H20
Mantega aceita convite de Dilma e fica na Fazenda; Karoon cancela IPO por "condições desfavoráveis de mercado
Guido Mantega

Guido Mantega aceitou o convite de Dilma para continuar à frente da Fazenda

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

São Paulo - Aqui está o que você precisa saber:

1- Mantega aceita convite de Dilma e fica na Fazenda. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, continuará no comando da economia no governo Dilma Rousseff, que toma posse no próximo dia 1º de janeiro. A decisão ainda não foi oficializada pela presidente eleita, mas o convite foi feito durante reunião de quase duas horas que os dois mantiveram anteontem na Granja do Torto. 

2 - Karoon cancela IPO por "condições desfavoráveis de mercado". A Karoon Petróleo & Gás, empresa subsidiária da Karoon Austrália, cancelou nesta sexta-feira (19) o processo de IPO (Initial Public Offering), conforme comunicado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), no qual informa que a decisão ocorreu em decorrência da atual conjuntura do mercado.

3 - Irlanda terá socorro de até 50 bilhões. O Fundo Monetário Internacional (FMI) começa nesta sexta-feira em Dublin conversas formais com o Governo irlandês para desenhar um plano de resgate com o objetivo de sanear seu sistema bancário e endireitar sua política orçamentária.

4- Luiz Sandoval deixa comando do Grupo Silvio Santos. Uma parceria de mais de 40 anos foi encerrada ontem à noite com a saída do executivo Luiz Sebastião Sandoval da presidência do Grupo Silvio Santos. Em comunicado oficial, a empresa apenas informa que ele pediu demissão em caráter irrevogável. As informações são do Estado de São Paulo.

5 - Lula e Dilma decidem reduzir superávit primário. O governo envia hoje ao Congresso Nacional projeto de lei que reduz de 3,3% para 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB) a meta de superávit primário das contas do setor público deste ano e de 2011. O superávit primário do setor público é o resultado das receitas menos as despesas, sem considerar os gastos com o pagamento de juros da dívida pública.

6 - IGP-M aumenta para 1,20% na segunda prévia de novembro. Puxado pelos preços no atacado, o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou alta de 1,20% na segunda prévia deste mês. Em igual período de outubro, a leitura tinha sido positiva em 0,89%. No ano, o IGP-M avançou 10,29%. Em 12 meses, houve elevação de 10%.

7 - Bolsas europeias começam a sexta-feira em alta. As principais bolsas de valores da Europa abriram em alta nesta sexta-feira, depois de terem encerrado no mesmo ritmo o último pregão, com o pacote de resgate para a Irlanda parecendo cada vez mais provável e os indicadores econômicos positivos nos EUA.

8 - JPMorgan sugere aumentar ações de Panamericano em carteira. As ações do Banco Panamericano SA, instituição brasileira que está sendo investigada por suspeita de fraude contábil, podem se valorizar após a queda de 37 por cento da semana passada, disse o JPMorgan Chase & Co.

9 - Ações da GM voltam à bolsa com alta de 7%. O executivo-chefe da General Motors (GM), Dan Akerson, tocou nesta quinta-feira o sino de abertura da Bolsa de Nova York para celebrar o retorno ao pregão das ações do fabricante de automóveis, que abriram em alta superior a 7%. 

10 - Bernanke ataca críticos do Fed e faz menção à China. O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, rebateu nesta sexta-feira as críticas ao controverso programa de compra de ativos do banco central norte-americano, fazendo, também, um ataque velado à política chinesa de manter o iuane desvalorizado. 

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame