Exame Invest
Mercados

Ações da Petz disparam 21,82% em estreia na B3

PUBLICADO EM: 11.9.20 | 11H20
ATUALIZAÇÃO: 11.9.20 | 19H52
Rede de pet shop é a primeira do setor a abrir capital na bolsa; resiliência e potencial de crescimento chamam atenção
petz-ipo-liderança-futuro-ceo

Petz: primeira empresa brasileira de pet shop a abrir capital tem estreia de sucesso na bolsa

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

As ações da rede de petshops Petz subiram 21,82% nesta sexta-feira, 11, em sua estreia na B3. Com as ações precificadas a 13,75 reais, sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) levantou 3,030 bilhões de reais, mas só 11,11% foi para o caixa da empresa.

No mercado, há grande expectativa de consolidação da empresa no cenário nacional, tendo em vista a fragmentação do segmento, com uma série de empresas pequenas. A concentração das compras de produtos para pets em lojas especializadas também joga a favor da companhia.

Segundo dados do Euromonitor apresentado em prospecto, os pet shops e clínicas veterinárias concentram 51% das vendas de produtos pets no Brasil, enquanto em outros países, como Alemanha esse percentual é de 14%, nos EUA, de 9%.

A companhia possui 110 lojas, que estão concentradas no sudeste do país, sendo 69 somente no estado de São Paulo. Com o dinheiro arrecadado na oferta, a Petz pretende crescer por meio de novas lojas e expansão do segmento digital.

A resiliência do setor mesmo em períodos de crise também chama atenção dos investidores. Mesmo durante a pandemia, a Petz segui crescendo. No primeiro semestre do ano, a companhia teve lucro líquido de 22,1 milhões de reais ante 3,1 milhões de reais no mesmo período do ano passado. Já a receita operacional foi de 617,3 milhões de reais, 36% superior na comparação anual.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame