Exame Invest
Mercados

Ações da Renault caem mesmo após salto no lucro

PUBLICADO EM: 30.7.15 | 10H50
Apesar de alcançar sua maior margem operacional em uma década, de 4,8 por cento, as ações da companhia caíam 7,7 por cento, às 9h00
Renault Sandero Stepway

Renault: a forte queda nas ações veio, apesar do lucro operacional da Renault ter subido 89 por cento na unidade principal de automóveis

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Paris - A Renault divulgou nesta quinta-feira que seu lucro no primeiro semestre deu um salto com a reação da demanda na Europa, mas não o bastante para atingir as expectativas cada vez maiores de investidores, ou receios sobre preços mais fracos.

Apesar de alcançar sua maior margem operacional em uma década, de 4,8 por cento, as ações da companhia caíam 7,7 por cento, às 9h00 (horário de Brasília), com investidores fazendo comparações desfavoráveis com a recuperação dramática da rival Peugeot Citroën no mesmo período.

"Claramente a Renault não superou tão bem quanto a Peugeot", disse o analista do Morgan Stanley Harald Hendrikse. A Renault "não está mostrando as mesmas melhoras operacionais", disse Hendrikse em nota, acrescentando que não vê "evidência de qualquer melhora nos preços na Europa".

A forte queda nas ações veio, apesar do lucro operacional da Renault ter subido 89 por cento na unidade principal de automóveis. O lucro líquido subiu para 1,4 bilhão de euros.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame