Exame Invest
Mercados

Ações da Tesla disparam após lucro de empresa de baterias

PUBLICADO EM: 3.2.20 | 16H41
Por volta das 15:40, os papéis subiam 15,85%, a 753,74 dólares. No melhor momento, foram negociados a 786,14 dólares
Elon Musk, Tesla

Tesla: parceria com a Panasonic registrou seu primeiro lucro trimestral (South China Morning Post via Get)

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

As ações da fabricante de carros elétricos Tesla chegaram a disparar mais de 20% nesta segunda-feira, renovando máximas históricas.

Por volta das 15:40, os papéis subiam 15,85%, a 753,74 dólares. No melhor momento, foram negociados a 786,14 dólares.

A empresa já havia batido máximas na semana passada após divulgar seu segundo lucro trimestral consecutivo.

O salto nos papéis da montadora ocorre após a japonesa Panasonic registrar seu primeiro lucro trimestral em sua unidade de baterias com a Tesla nos EUA, após vários anos de problemas e atrasos na produção.

A fabricante de baterias da China CATL informou nesta segunda-feira que assinou um contrato de fornecimento de baterias com a Tesla.

As posições alugadas em ações da Tesla estavam em 17,5% do total dos papéis em circulação em mercado até 14 de janeiro, de acordo com dados da Refinitv, enquanto outras montadoras como General Motors e Ford Motor mostravam taxas de 1,5% e 2,9%, respectivamente.

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame