Ações dos bancos portugueses disparam após pedido de ajuda | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Ações dos bancos portugueses disparam após pedido de ajuda

PUBLICADO EM: 7.4.11 | 5H57
País finalmente recorrerá ajuda para diminuir efeitos de sua crise fiscal e política
Bandeira de Portugal nova

Desconfiança dos investidores se refletiu em um vigoroso aumento dos juros

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Lisboa - As ações dos quatro bancos portugueses que cotam na Bolsa de Valores de Lisboa dispararam no início da sessão desta quinta-feira, depois de o país ter anunciado na quarta que finalmente recorrerá à ajuda externa.

Às 4h10 de Brasília, os papéis do Banco Português de Investimentos (BIS) avançavam 6,16%, seguidos de perto pelas ações do Banco Espírito Santo (BES), que subiam 5,89%.

A mesma tendência de alta foi registrada pelos títulos do Banco Comercial Português (BCP), que ganhava 5,30%, e pelos do Banif, com aumento de 3%.

O indicador principal da Bolsa de Lisboa, o PSI-20, subia 1,49% logo após o início da sessão, com as ações de suas 20 empresas avançando.

Esses ganhos acontecem na primeira jornada da Bolsa depois de o primeiro-ministro português, o socialista José Sócrates - que exerce seu cargo interinamente após renunciar em 23 de março -, ter comunicado oficialmente que Portugal pediu ajuda à Comissão Europeia devido aos problemas do país para ter acesso a financiamento.

A desconfiança dos investidores na situação econômica do país se refletiu em um vigoroso aumento dos juros.


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame