MERCADOS

Ações europeias avançam conforme queda no euro se aprofunda

PUBLICADO EM: 25.9.14 | 8H46
Queda da moeda alimenta expectativas de um impulso nos resultados corporativos da região
Bolsa de Frankfurt

Bolsas: às 7h53, o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,35%

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Paris - As ações europeias avançavam nesta quinta-feira, ampliando a recuperação da sessão anterior conforme a queda do euro alimentava expectativas de um impulso nos resultados corporativos da região.

Às 7h53 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,35 por cento, a 1.390 pontos, após subir 0,8 por cento na quarta-feira depois que o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, renovou sua promessa de manter a política monetária frouxa durante um longo período.

A moeda única caía para 1,2722 dólar nesta quinta-feira, tendo chegado ao menor nível em quase dois anos, refletindo a divergência cada vez maior entre as perspectivas de políticas monetárias do BCE e do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos.

A queda deve fornecer um impulso de entre 3 e 6 por cento aos lucros corporativos, segundo analistas e gestores de fundos, devendo beneficiar particularmente grupos industriais e farmacêuticos como a Siemens e a Sanofi, que geram a maior parte de suas receitas fora da zona do euro.

"Se o euro não se recuperar, isso é muito promissor para resultados europeus nos próximos trimestres", disse o gestor de fundos da Talence Gestion Alexandre Le Drogoff. "E o impacto positivo vai além do efeito mecânico da conversão cambial de vendas do exterior. O euro mais baixo deve alimentar a inflação na zona do euro e diminuir o risco de deflação, sendo notícias muito boas para a região".

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame