Exame Invest
Mercados

Ações sobem e setor de tecnologia impulsiona Nasdaq

PUBLICADO EM: 4.9.13 | 13H02
Investidores permaneciam atentos à possibilidade de ataque militar liderado pelo Ocidente contra a Síria, após suspeita de ataque com armas químicas em civis
Homem passa pela Nasdaq MarketSite na Times Square, em Nova York

Nasdaq: índice de tecnologia subia por ganho em empresas; a Micron Tech saltava 8,13%, para 15,15 dólares, enquanto a SanDisk subia 4,85%, para 58,00 dólares

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Nova York - As ações norte-americanas subiam nesta quarta-feira, conforme um rali nos papéis do setor de tecnologia dava fôlego ao Nasdaq, embora os investidores permaneciam atentos à possibilidade de ataque militar liderado pelo Ocidente contra a Síria, após suspeita de ataque com armas químicas em civis.

Às 12h25 (horário de Brasília), o indicador Dow Jones subia 0,53 por cento, a 14.912 pontos, enquanto o S&P 500 tinha valorização de 0,63 por cento, a 1.650 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq tinha ganho de 0,76 por cento, a 3.640 pontos.

O setor de energia tem sido o mais volátil à medida que os investidores apostam que o envolvimento do Oriente Médio limitará as ofertas de petróleo. A pergunta se haverá um ataque militar liderado pelos Estados Unidos contra a Síria tem sido a principal condutora do mercado na semana passada. As ações da Cabot Oil & Gas caíam 2,20 por cento, para 39,05 dólares.

O Nasdaq subia por ganhos nas grandes empresas de tecnologia. A Micron Tech saltava 8,13 por cento, para 15,15 dólares, enquanto a SanDisk subia 4,85 por cento, para 58,00 dólares.

Um cenário mais claro da ação militar na Síria somente virá após o Congresso votar a autorização ao ataque. O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse que qualquer resolução aprovando a investida militar irá proibir a presença de tropas terrestres, que indicaram que o ataque terá um alcance limitado.

"Estamos aguardando o voto, e então veremos o que realmente acontece", disse o diretor-gerente da Southwest Securities, Mark Grant. "As pessoas esperam que haverá apenas um ataque estratégico e isso será tudo. Mas há preocupações quanto a uma retaliação, e um conflito mais amplo não está precificado no mercado".

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame