Alerj na mira da Polícia Federal e tudo para ler antes de a Bolsa abrir | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Alerj na mira da Polícia Federal e tudo para ler antes de a Bolsa abrir

PUBLICADO EM: 13.12.18 | 8H14
Investigações apontam esquema de contratação de servidores fantasmas que repassariam parte de seus salários para deputados

Alerj: Polícia Federal mira esquema de corrupção na Casa (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Imagem da Editoria Exame Invest
marceloalmeida



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 4MIN

São Paulo - Leia as principais notícias desta quinta-feira, 13, para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Polícia Federal investiga repasse de salário na Alerj. Há indícios de um esquema de contratação de servidores fantasmas que repassariam parte de seus salários para deputados assessores.

Para procuradores, indicação de Guedes compromete combate à sonegação. Integrantes da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional ameaçam entregar cargos de chefia se Guedes nomear Siqueira para a PGFN.

Congresso aprova crédito suplementar de R$ 1,7 bilhão ao Orçamento. A maior parte dos recursos abre um crédito de R$ 1,2 bilhão para a Presidência da República e outros órgãos do Poder Executivo.

Hoje é o Dia D para a guerra do Frango Assado. A administradora de restaurantes corporativos Sapore saberá se tem chance de se unir à IMC, controladora dos restaurantes Viena e Frango Assado. 

50 anos do AI-5: o que foi o ato e suas consequências para o Brasil. Nesta quinta-feira, completa-se meio século do período de maior repressão política do regime ditatorial brasileiro.

Armas em pauta: OAB condena, Onyx defende, Bolsonaro atira. Debate sobre porte de armas volta à tona no mesmo dia em que foi confirmada a quinta vítima fatal do atentado na Catedral Metropolitana de Campinas.

No início de governo, Bolsonaro terá que negociar cinco acordos comerciais. Matéria da Folha de S.Paulo informa que ainda não se sabe como a dissolução do Ministério da Indústria poderá afetar as tratativas.

Moro quer endurecer regra para prisão por corrupção. Reportagem do Estadão diz que o futuro ministro vai apresentar ao Congresso um pacote de projetos e uma das medidas prevê punição mais rigorosa para condenados por ilícitos com o dinheiro público.

Brasil perde fatia no mercado mundial de carnes. O Estadão também noticia que a participação recuou de 23,5% para 17,4% em dez anos; País deixou de ganhar US$ 30 bilhões.

Equipe de Bolsonaro já discute nova tabela de frete para evitar greve de caminhoneiros. O Globo diz que técnicos discutem ainda a criação de um fundo de compensação com a Cide para evitar a flutuação excessiva nos preços do combustível.

A Columbia tenta contornar guerra comercial de Trump. Fabricante de artigos e roupas esportivas é retrato das dificuldades de adaptar rapidamente a produção de acordo o vaivém das declarações Donald Trump. 

 

Política e mundo

Justiça de Abadiânia decidirá sobre pedido de prisão de João de Deus. Dois promotores responsáveis pela força-tarefa que investiga mais de 200 denúncias contra o médium estiveram no Fórum de Abadiânia.

Bolsonaro: Quando vi gente criticando Ricardo Salles, falei “acertamos”. "Não demarcaremos um centímetro quadrado a mais de terra indígena, não tem mais terra para quilombola", afirmou o presidente.

Theresa May sobrevive a revolta do partido e permanece na liderança. Depois de enfrentar um voto de desconfiança de seu próprio partido, May poderá voltar ao que interessa: o Brexit.

Futuro presidente do BNDES quer atuar em parceria com setor privado.  Levy destacou que a maioria dos bancos de desenvolvimento está se reinventando, com uma série de inovações.

TRE-SP aprova contas de Doria com ressalvas por omissão de R$ 287. As falhas apontadas pelo órgão técnico do colegiado foram consideradas "insuficientes" para a desaprovação.

Bolsonaro sobre finanças de ex-assessor de filho: se há erro, vou pagar.  "Se algo estiver errado, seja comigo, com meu filho, com Queiroz, que paguemos a conta deste erro", disse,

MP que dará verba de loteria a Segurança, Cultura e Esporte é sancionada. Segundo o ministério da Segurança Pública, o dinheiro da loteria garantirá, pela primeira vez, recursos estáveis, previsíveis e permanentes.

Fachin manda PF investigar supostas ameaças a Joesley. Fachin havia pedido pela opinião da Procuradoria-Geral da República sobre os pedidos de Joesley.

 

Enquanto você desligou…

Fux revoga suspensão de multas por descumprimento de tabela de frete. Com isso, volta a vigorar a resolução editada pela ANTT em novembro, que prevê multas de até R$ 10,5 mil pelo descumprimento da tabela.

Libra se fortalece de olho na política do Reino Unido e dólar recua. No fim da tarde em Nova York, o dólar caía a 113,22 ienes, o euro avançava a US$ 1,1379 e a libra tinha alta para US$ 1,2642.

Criação de gado torna-se ofício perigoso na Venezuela.  Roubos de gado, invasões, expropriações e controles oficiais colocam os produtores em xeque.

Pela sexta vez seguida, Copom mantém Selic inalterada em 6,5% ao ano. O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu nesta quarta-feira (12) manter a taxa nos atuais 6,5%, o nível mais baixo da história.

Governo Bolsonaro é risco para acordo Mercosul-UE, diz MerkelO acordo deve acontecer muito rapidamente, pois, do contrário, não será tão fácil alcançá-lo com o novo governo do Brasil", disse a chanceler alemã.

TCU multa Mantega e Augustin em ação sobre garantia da União a Estados. Cada um terá de pagar, individualmente, R$ 10 mil em um prazo de 15 dias, contados a partir da notificação.

Agenda

Nesta quinta-feira, serão divulgados os índices de vendas no varejo anual e mensal. Na Zona do Euro, ocorre a Cúpula de Líderes da União Europeia, a divulgação da Taxa de Facilidade Permanente de Depósito e, como destaque, a decisão sobre a Taxa de Juros para a região, seguida de uma Coletiva de Imprensa do Banco Central Europeu (BCE). Por fim, nos Estados Unidos será divulgado o Relatório Mensal da IEA (Agência Internacional de Energia) sobre o Mercado de Petróleo, os Preços de Bens Exportados (Mensal) e o Balanço Orçamentário Federal.


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
marceloalmeida


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame