MERCADOS

Após forte ganho na véspera, Bolsa cai de olho no exterior e Previdência

PUBLICADO EM: 12.3.19 | 10H21
ATUALIZAÇÃO: 12.3.19 | 12H08
Às 11:49, o Ibovespa caía 0,15 por cento, a 97.879,87 pontos
Bolsa de Valores de São Paulo; Bovespa

B3: bolsa paulista mostrava certa indefinição nesta terça-feira (NurPhoto via Getty Images)

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

São Paulo - A bolsa paulista mostrava certa indefinição nesta terça-feira, após fortes ganhos na véspera, com os negócios ainda influenciados por expectativas sobre a reforma da Previdência, além de movimentos no mercado global.

Às 11:49, o Ibovespa caía 0,15 por cento, a 97.879,87 pontos.

Na véspera, o principal índice de ações da B3 encerrou em alta de 2,79 por cento, a 98.026,62 pontos, maior patamar de fechamento desde 5 de fevereiro.

Para o economista-chefe da Guide Investimentos, Victor Candido, o comportamento do Ibovespa nesta sessão reflete alguma acomodação após o desempenho da segunda-feira, com alguns movimentos de realização de lucros.

Mas ele ressaltou que o cenário político doméstico "continua positivo".

Em Wall Street, o S&P 500 e o Nasdaq buscavam manter o viés de alta da véspera, ajudados por dados de inflação nos Estados Unidos, enquanto o declínio das ações da Boeing enfraquecia o Dow Jones.

Destaques

- B2W caía 4,6 por cento, maior queda do Ibovespa, após a norte-americana PayPal se comprometer a investir 750 milhões de dólares em ações ordinárias do Mercado Livre, investimento atrelado a uma oferta pública do site latino-americano de cerca de 1 bilhão de dólares.

- MARFRIG avançava 4,4 por cento, após anúncio na véspera de que fechou acordo com parceiros para aumento conjunto de participação na norte-americana Iowa Premium. No setor, JBS tinha valorização de 3 por cento.

- HYPERA subia 3,5 por cento, também entre as maiores altas do Ibovespa, tendo de pano de fundo recomendação 'overweight' pelo Morgan Stanley.

- PETROBRAS PN valorizava-se 0,4 por cento, acompanhando alta dos preços do petróleo no exterior . A companhia anunciou emissão e recompra bilionária de títulos.PETROBRAS ON tinha elevação de 0,3 por cento.

- BRADESCO PN cedia 0,8 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN caía 0,4 por cento, após fortes ganhos na véspera.

- VALE tinha variação positiva de 0,08 por cento, em sessão com alta nos preços futuros de aço e minério de ferro na China com perspectiva de demanda. Também o BTG Pactual elevou o preço-alvo dos papéis da mineradora negociados nos Estados Unidos (ADR) para 15,50 dólares.

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame