Exame Invest
MERCADOS

Barril do Texas fecha em queda

PUBLICADO EM: 20.3.12 | 19H11
Ao término do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de futuros do WTI caíram US$ 2,48 em relação à cotação de segunda-feira
Plataforma de petróleo no Golfo do México

Já os contratos de gás natural com vencimento em abril recuaram US$ 0,02

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Nova York - O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) para entrega em abril fechou nesta terça-feira em baixa de 2,29%, cotado a US$ 105,61 por barril, após a Arábia Saudita anunciar que está disposta a aumentar sua produção de petróleo a 25% para estabilizar os atuais preços.

Ao término do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de futuros do WTI caíram US$ 2,48 em relação à cotação de segunda-feira e atingiu o valor mais baixo desde quinta-feira.

A cotação desta terça-feira se viu pressionada para baixo após o ministro do Petróleo saudita, Ali bin Ibrahim al-Naimi, afirmar em Doha que seu país está disposto a aumentar sua produção de petróleo em torno de 25% para estabilizar os atuais preços no mercado, que considerou 'injustificados'.

Os contratos de gasolina com vencimento em abril fecharam estáveis, cotados a US$ 3,36 por galão (3,78 litros), enquanto os de gasóleo para calefação para entrega no mesmo mês caíram US$ 0,03 e encerraram valendo US$ 3,23 por galão.

Já os contratos de gás natural com vencimento em abril recuaram US$ 0,02 e terminaram o pregão negociados a US$ 2,33 por cada mil pés cúbicos. 

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame