BOLSA ÁSIA-Índice fica perto de maior nível em 2 anos e meio | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

BOLSA ÁSIA-Índice fica perto de maior nível em 2 anos e meio

PUBLICADO EM: 13.1.11 | 7H21
HONG KONG, 13 de janeiro (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia avançaram nesta quinta-feira, Tóquio registrando valorização puxada por companhias exportadoras, após um leilão de bônus de Portugal na véspera ter reduzido preocupações sobre a crise de dívida da zona do euro. As promessas da China e do Japão de apoiar a Europa […]
EXAME.com

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

HONG KONG, 13 de janeiro (Reuters) - As bolsas de valores
da Ásia avançaram nesta quinta-feira, Tóquio registrando
valorização puxada por companhias exportadoras, após um leilão
de bônus de Portugal na véspera ter reduzido preocupações sobre
a crise de dívida da zona do euro.

As promessas da China e do Japão de apoiar a Europa durante
a crise fiscal também ajudaram a manter o euro na região de
1,31 dólar.

A bolsa de Tóquio fechou em alta de 0,73 por cento,
a 10.589 pontos. O desempenho de ações de bancos foi positivo
pela segunda sessão consecutiva, com investidores
internacionais ainda em estratégia de acumulação de papeis de
um setor que anteriormente passou por fortes vendas.

"O forte leilão de bônus em Portugal acalmou os mercados e
com nenhum grande fator negativo à vista, os fundos
internacionais continuam comprando papeis defasados de bancos e
do setor imobiliário", disse Mitsushige Akino, gerente de
fundos da Ichiyoshi Investment Management, em Tóquio.

O índice MSCI que reúne bolsas da região Ásia-Pacífico com
exceção do Japão mostrava alta de 0,58 por
cento às 8h04 (horário de Brasília), a 482,69 pontos, se
mantendo próximo do nível de dois anos e meio que já foi
testado por duas vezes nos últimos dois meses.

Ações dos setores de matérias-primas e financeiro lideraram
os ganhos do indicado nesta quinta-feira.

Apesar do otimismo após a venda de bônus de Portugal,
investidores ainda demonstram cautela.

"Não se pode deixar de pensar que a recuperação na
confiança vai se mostrar temporária, e apesar de se mostrar
presente no curto prazo, é improvável que dure por muito tempo
a menos que medidas concretas sejam tomadas pelas autoridades
na Europa", escreveu em nota Mitul Kotecha, diretor global de
estratégia de câmbio do Credit Agricole CIB, em Hong Kong.

A bolsa de Xangai teve alta de 0,23 por cento, Hong
Kong registrou valorização de 0,47 por cento e Taiwan
teve ganho de 0,12 por cento. Em Seul, a bolsa
fechou em queda ligeira de 0,26 por cento, enquanto em
Cingapura fechou valorizada em 0,34 por cento. A bolsa
de Sydney teve ganho de 1,5 por cento.

(Por Kevin Plumberg)


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame