Exame Invest
Mercados

Bolsa de Londres cai à mínima em mais de 2 meses com eleição

PUBLICADO EM: 7.5.15 | 8H24
Às 7h43 (horário de Brasília), o FTSEurofirst 300 caía 1,40 por cento, a 1.526 pontos, menor patamar desde o fim de fevereiro
Cameron discursa em Downing Street após a audiência com a rainha

David Cameron: índice britânico Financial Times operava no vermelho, no dia de uma eleição que pode resultar em um governo de bases fracas

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Londres - O principal índice europeu de ações recuou ao menor nível em mais de dois meses nesta quinta-feira, acompanhando Wall Street e as bolsas asiáticas.

Os mercados europeus também eram golpeados pela alta do euro diante de fortes vendas de títulos soberanos em todo o mundo e por preocupações com o desfecho das eleições na Grã-Bretanha.

Às 7h43 (horário de Brasília), o FTSEurofirst 300 caía 1,40 por cento, a 1.526 pontos, menor patamar desde o fim de fevereiro.

O índice britânico Financial Times operava no vermelho, no dia de uma eleição que pode resultar em um governo de bases fracas, levar o país na direção de uma votação sobre sua participação na União Europeia e fortalecer a perspectiva de uma secessão da Escócia.

Analistas disseram que a resiliência do euro, um fator negativo para exportadoras europeias, está prejudicando a confiança.

O euro atingiu a máxima em dois meses, ainda se afastando a mínima de 12 anos marcada em março.

"O dólar quebrou algumas linhas de resistência importantes e isso definitivamente é um fator de peso para as bolsas europeias, uma vez que a correlação entre a moeda norte-americana e esse mercado é extremamente alta", disse o estrategista do UniCredit Christian Stocker.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame