Exame Invest
Mercados

BOLSA EUROPA-Índice tem nova máxima em 27 meses por mineradoras

PUBLICADO EM: 21.12.10 | 13H53
LONDRES, 21 de dezembro (Reuters) - O principal índice das ações europeias renovou a máxima de fechamento em 27 meses nesta terça-feira, com os papéis de mineradoras impulsionados pelos fortes preços dos metais, enquanto o grupo finlandês de sivicultura UPM-Kymmene subiu após dizer que vai comprar sua rival endividada. O FTSEurofirst 300 , que mede […]
EXAME.com

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

LONDRES, 21 de dezembro (Reuters) - O principal índice das
ações europeias renovou a máxima de fechamento em 27 meses
nesta terça-feira, com os papéis de mineradoras impulsionados
pelos fortes preços dos metais, enquanto o grupo finlandês de
sivicultura UPM-Kymmene subiu após dizer que vai
comprar sua rival endividada.

O FTSEurofirst 300 , que mede o comportamento dos
principais papéis do continente, fechou em alta de 0,95 por
cento, aos 1.144 pontos, no maior patamar desde o final de
setembro de 2008. O volume, contudo, foi fraco, devido à
proximidade do final do ano.

"A política econômica norte-americana tem melhorado a
confiança nas perspectivas de crescimento e de lucros
corporativos no próximo ano, e os investidores avaliam que o
mercado de títulos não é mais o melhor lugar para investir",
disse Mike Lenhoff, estrategista-chefe da Brewin Dolphin.

As ações de mineradoras foram impulsionadas pelo rali nos
preços dos metais, com o cobre alcançando novo recorde
por preocupações com a oferta e pelo dólar mais fraco .
Xstrata , Eurasian Natural Resources e Vedanta
Resources avançaram entre 3,1 e 3,3 por cento.

Os temores com relação à crise de dívida na zona do euro,
contudo, continuaram na pauta, após a agência de classificação
de risco Moody's afirmar que pode cortar o rating de crédito de
Portugal. Também não ajudou o fato de a Espanha ter tido que
pagar mais caro em seu último leilão de títulos do ano.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta
de 1,02 por cento, a 5.951 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,85 por cento,
para 7.077 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,09 por cento, a
3.927 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de
1,78 por cento, para 20.736 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 avançou 2,07 por cento,
a 10.203 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em alta de 0,59
por cento, para 7.890 pontos.

(Reportagem de Harpreet Bhal)

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame