Exame Invest
Mercados

Mercado europeu amplia ganhos por resultados e mineradoras

PUBLICADO EM: 2.2.11 | 10H42
LONDRES - As bolsas de valores europeias exibiam alta nesta quarta-feira, ampliando a máxima em quase três meses atingida na véspera, com resultados empresariais continuando a sustentar o apetite por risco do investidor, enquanto as mineradoras ganhavam os preços do cobre. Às 8h (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 subia 0,20 por cento, a […]
EXAME.com

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

LONDRES - As bolsas de valores europeias exibiam alta nesta quarta-feira, ampliando a máxima em quase três meses atingida na véspera, com resultados empresariais continuando a sustentar o apetite por risco do investidor, enquanto as mineradoras ganhavam os preços do cobre.

Às 8h (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 subia 0,20 por cento, a 1.162 pontos. Na terça-feira, o índice fechou em alta de 1,4 por cento por dados positivos do setor manufatureiro nos Estados Unidos e na zona do euro, que ofuscaram os temores políticos gerados pelo Egito.

"A economia mundial parece estar melhorando um pouco mais rápido que o esperado, as valorizações estão OK e as companhias estão publicando resultados bem bons", disse Geert Ruysschaert, estrategista do BNP Paribas Fortis Private Banking. "Aí os investidores podem tirar proveito disso."

O índice STOXX Europe 600 de recursos naturais  liderava os ganhos setoriais, em alta de 1,4 por cento por causa da disparada do preço do cobre para pouco abaixo de 10 mil dólares a tonelada.

Entre as companhias mineradoras, as gigantes Xstrata , BHP Billiton e Rio Tinto ganhavam entre 2,5 e 3 por cento.

Liderando o setor, porém, estava o grupo de mineração ENRC , que avançava 3,5 por cento depois de registrar um aumento de 5,6 por cento na produção de liga ferrosa no quarto trimestre.

No entanto, nem todos os resultados trimestrais eram positivos. A Electrolux , segunda maior fabricante mundial de produtos da linha branca, tinha a maior queda, perdendo 6,5 por cento após resultados abaixo das previsões para o quarto trimestre.

Entre as financeiras, o banco espanhol BBVA , que deu início à temporada de balanços de grandes bancos, operava estável após dizer que custos maiores de financiamento afetaram a renda ano passado.

O índice do setor financeiro, porém, subia 0,9 por cento com o impulso de bancos gregos e irlandeses.

Confira o desempenho das principais bolsas européias às 8h:

BOLSA PONTUAÇÃO VARIAÇÃO %

Londres

Frankfurt

Paris

Madri

Milão

Lisboa

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame