MERCADOS

Bovespa opera volátil com agenda cheia do mercado

PUBLICADO EM: 3.4.14 | 11H10
O Ibovespa caiu, subiu e há pouco estava perto da estabilidade, com viés de queda
Entrada da Bolsa de Valores de São Paulo, a Bovespa

Bovespa: às 10h33, o Ibovespa subia 0,18%, aos 51.794,23 pontos

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

São Paulo - Diante de uma agenda pesada nesta quinta-feira, 3, os mercados se mostram bem voláteis, tentando definir uma única direção. O Ibovespa caiu, subiu e há pouco estava perto da estabilidade, com viés de queda.

Em Nova York as bolsas subiam. Apesar de os pedidos de auxílio-desemprego terem vindo pior que o esperado nos Estados Unidos, a sinalização do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, de que novos estímulos monetários não estão descartados dá ânimo ao investidor nas bolsas internacionais. As praças da Europa, que se mostravam fracas no início da manhã, operam todas em alta.

Às 10h33, o Ibovespa subia 0,18%, aos 51.794,23 pontos. Em Nova York, o Dow Jones subia 0,14%, o Nasdaq estava em +0,02% e o S&P 500, em +0,08%. A Bolsa de Londres ganhava 0,18%, Paris avançava 0,72% e Frankfurt subia 0,54%.

Nos EUA, o número de pedidos de auxílio-desemprego subiu 16 mil na semana passada, para 326 mil, após ajustes sazonais, ficando acima da previsão dos analistas, de um avanço para 320 mil.

Já o déficit da balança comercial dos EUA subiu 7,7% em fevereiro ante o mês anterior, a US$ 42,3 bilhões, atingindo o maior valor desde setembro do ano passado.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame