MERCADOS

Bovespa perde US$ 216 bi em valor de mercado em 2013

PUBLICADO EM: 30.12.13 | 14H00
A valorização do dólar frente ao real foi um dos principais fatores que impulsionaram as perdas
Operador da BM&FBovespa

BM&FBovespa: valorização do dólar causou perdas para empresas em valor de mercado

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

São Paulo - As empresas brasileiras listadas na BM&FBovespa perderam US$ 216,3 bilhões em valor de mercado em 2013, segundo números da consultoria Economática. A valorização do dólar frente ao real foi um dos principais fatores que impulsionaram as perdas, ampliando o efeito da queda do valor das ações em moeda local.

Segundo a Economatica, a moeda americana teve alta de 15,2% ante o real em 2013 (até 27 de dezembro). Além disso, o Índice Bovespa teve queda de 15,9%. Com o resultado, as companhias de capital aberto terminam o ano com valor de mercado abaixo de US$ 1 trilhão pela primeira vez desde 2009.

Em 2013, o valor de mercado das empresas brasileiras foi abaixo de US$ 1 trilhão pela primeira vez em 20 de junho, quando o mercado brasileiro despencou e o Ibovespa caiu abaixo dos 50 mil pontos. O menor nível a que esse valor chegou foi US$ 905,5 bilhões, atingido em 27 de agosto, em meio à alta do dólar.

A primeira vez que o valor de mercado da Bovespa ultrapassou a barreira de US$ 1 trilhão foi em 12 de julho de 2007, com US$ 1,031 trilhão. O maior valor da história da Bovespa em dólares foi de US$ 1,56 trilhão, registrado em 8 de abril de 2011.

Petrobras teve maior perda

A Petrobras é a empresa com a maior queda no valor de mercado (em dólar) no ano, perdendo US$ 34,11 bilhões. A Vale teve a segunda maior perda, de US$ 30,12 bilhões. A Ambev ficou na terceira colocação, com perda de US$ 15,5 bilhões em seu valor de mercado.

As 10 empresas com maiores quedas de valor de mercado em 2013 perderam, juntas, US$ 129,3 bilhões.

Ambev passa Petrobras

Apesar da queda expressiva, a maior empresa por valor de mercado em 2013 é a Ambev, com US$ 113,7 bilhões. A Petrobras vem em segundo lugar, valendo US$ 90,6 bilhões.

As 10 maiores do mercado brasileiro valem, juntas, US$ 512,3 bilhões, o que representa 52,76% do total de valor de mercado das empresas brasileiras.

A Cielo teve o maior crescimento nominal de valor de mercado em 2013. No fim de 2012, a companhia valia US$ 18,2 bilhões. Em 27 de dezembro de 2013, a cifra chegou a US$ 21,78 bilhões.

As 10 maiores empresas por valor de mercado (em US$) até 27 de dezembro de 2013, segundo números da Economática, são:

Empresa Valor de mercado em 27/12/13 em US$ bi
Ambev 113,8
Petrobras 90,6
Vale 75,1
Itaú Unibanco 63,9
Bradesco 53,6
Banco do Brasil 29,1
Santander 23,6
Cielo 21,8
BB Seguridade 20,5
Telefónica 20,1

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame