Exame Invest
MERCADOS

Bovespa segue em trajetória de alta puxada por exterior

PUBLICADO EM: 1.2.12 | 10H46
Bolsa inicia fevereiro ainda com trajetória de alta, seguindo os mercados internacionais
Bovespa 1

Pregão da Bovespa

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

São Paulo - Após a valorização acumulada de 11% em janeiro, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abre fevereiro ainda em trajetória de alta, na esteira dos mercados internacionais. A expectativa de uma solução definitiva para a crise da Grécia e os dados positivos divulgados mais cedo na Europa dão suporte aos índices europeus e aos futuros em Nova York, o que também favorece a abertura em alta do Ibovespa à vista.

Às 11h16 (horário de Brasília), o Ibovespa subia 1,00%, aos 63.701 pontos. Em Nova York, o S&P futuro avançava 0,63% e o Nasdaq futuro tinha alta de 0,52%. Na Europa, onde os índices à vista já operam, os ganhos eram consistentes: a Bolsa de Londres tinha alta de 1,31%, a Bolsa de Paris avançava 1,46% e a Bolsa de Frankfurt subia 2,16%.

Mais cedo, a zona do euro informou que o índice dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial subiu para 48,8 em janeiro, de 46,9 em dezembro, o que indica uma desaceleração na contração da atividade no bloco. A Alemanha foi o único país da zona do euro a apresentar um dado acima de 50 - que indica expansão da atividade. No país, a atividade subiu a 51,0 em janeiro, ante previsão de 50,9. Na Itália, a atividade subiu de 44,3 em dezembro para 46,8 em janeiro. Na França, o índice cedeu de 48,9 em dezembro para 48,5 em janeiro, mas ficou em linha com as estimativas.

Na China, o PMI medido pelo HSBC subiu para 48,8 em janeiro, ante 48,7 em dezembro. O indicador permaneceu em território de contração pelo terceiro mês consecutivo, mas não houve piora.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame