Exame Invest
Mercados

Domingo acaba horário de verão e pregões mudam

PUBLICADO EM: 14.2.13 | 16H49
A Bolsa de Nova York passa a funcionar das 11h30 às 18h no horário de Brasília
Bolsa de Tóquio

A Bolsa de Tóquio passa a funcionar das 21h às 3h no horário de Brasília

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

O horário de verão terminará no Brasil à meia-noite de sábado, quando os relógios deverão ser atrasados em uma hora no Distrito Federal e em vários Estados. Com isso, Brasília estará três horas antes do horário universal GMT; duas horas à frente da Costa Leste dos Estados Unidos (Nova York e Washington); três horas à frente da Cidade do México; no mesmo horário de Buenos Aires; 11 horas atrás de Pequim e Xangai, na China; e 12 horas atrás de Tóquio.

O horário de funcionamento (relativo a Brasília) de alguns pregões ficarão assim:

- Bolsa de Xangai das 22h30 às 4h30;

- Bolsa de Hong Kong das 21h às 3h;

- Bolsa de Tóquio das 21h às 3h;

- Bolsa de Londres das 5h às 13h30;

- Bolsa de Frankfurt das 5h às 13h30;

- Bolsa da Cidade do México das 11h30 às 17h;

- Bolsa de Buenos Aires das 11h às 17h;

- Bolsa de Nova York das 11h30 às 18h.

No viva-voz da New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos futuros de petróleo passarão a ser negociados das 11h às 16h30.

Na Comex, divisão de metais da Nymex, os contratos futuros de cobre serão negociados das 10h10 às 15h; os contratos futuros de ouro, das 10h20 às 15h30.

Esses horários valerão até 10 de março, quando os Estados Unidos entrarão em horário de verão. Na Europa, o horário de verão começará em 31 de março.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame