Exame Invest
Mercados

Fitch eleva rating da Islândia; perspectiva estável

PUBLICADO EM: 14.2.13 | 15H55
O rating do país subiu para BBB conforme sua economia continuou a crescer em meio aos problemas que afetam a zona do euro, afirmou a agência de classificação de risco
16. Islândia

Vista geral da cidade de Reykjavik, na Islândia:  segundo a Fitch, a relação dívida/PIB do setor público do país deve cair futuramente

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

A agência de classificação de risco Fitch elevou hoje o rating soberano de longo prazo em moeda estrangeiro da Islândia de BBB- para BBB com perspectiva estável, citando o "progresso impressionante que o país continua a fazer na recuperação da crise financeira de 2008-09".

Segundo a Fitch, a economia continuou a crescer apesar dos acontecimentos na zona do euro e a consolidação fiscal foi mantida com a relação dívida/PIB começando a cair. Além disso, a reestruturação e desalavancagem do setor financeiro está bem avançada e a solução do Icesave em janeiro removeu um passivo material remanescente para as finanças públicas e deu um passo à frente na normalização nas relações com os credores externos.

Na avaliação da agência, a economia da Islândia mostrou capacidade de ajustar-se e recuperar-se num momento em que muitos países com laços estreitos com a Europa sucumbiram diante dos acontecimentos negativos na zona do euro. A economia islandesa cresceu pouco mais de 2% em 2012, os desequilíbrios macroeconômicos foram corrigidos e as taxas de inflação e desemprego continuaram a cair, segundo os analistas da Fitch.

"Em contraste com países com ratings próximos ao da Islândia, como Irlanda (BBB+) e Espanha (BBB), a relação dívida/PIB do setor público da Islândia atingiu o pico de 101% em 2011 e agora parece posicionada numa trajetória de queda, recuando para estimados 96% do PIB em 2012", observa a agência. No cenário base da Fitch, a relação dívida/PIB da Islândia deverá recuar para 69% até 2021. As informações são da Dow Jones.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame