MERCADOS

Ibovespa estende ganhos na semana; Gradiente no centro das atenções

PUBLICADO EM: 3.1.12 | 12H26
HRT registra forte desvalorização após divulgar potencial de produção da bacia do Solimões
BMF%26Bovespa

Na semana, Ibovespa acumula ganhos de 3%

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

São Paulo – Os principais mercados globais operam com ganhos nesta terça-feira. O Ibovespa registrava valorização de 1,3% na máxima do dia, aos 58.602 pontos. Na semana, o principal índice da bolsa acumula ganhos de 3%.

Na Europa, as bolsas também operam com valorizações, com exceção da Espanha. A economia espanhola registrou ligeiro aumento em sua taxa de desemprego em dezembro, com a tradicionalmente agitada temporada de festas de final de ano fracassando em ofuscar a queda da economia. Apesar da alta, a confiança do consumidor mostrou leve melhora.

O número de pessoas registradas no Ministério do Trabalho como desempregadas subiu 0,04% em dezembro ante o mês anterior, ou em 1.897, totalizando 4,42 milhões de pessoas sem trabalho, mostraram dados oficiais nesta terça-feira.

/libc/player/liquid3.swf

Gradiente

As ações ordinárias da Gradiente (IGBR3) registravam ganhos expressivos no início desta tarde. Na máxima do dia, os papéis da companhia subiam 13,4%, negociados a 14,35 reais.

Os investidores repercutem hoje a notícia de que a IGB Eletrônica, nova denominação da marca Gradiente, anunciou um plano com o qual pretende levantar a empresa, que está mergulhada em dívidas. Por meio de fato relevante, a IGB informou que os acionistas controladores irão transferir à HAG S.A., empresa não operacional, todas suas ações, tornando a IGB controlada da HAG.

Além disso, a HAG pedirá no primeiro trimestre deste ano um registro de companhia aberta à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), antes de tentar listar as ações Novo Mercado da BM&FBovespa.


CCR

A CCR (CCRO3) pode estudar o plano do governo português de vender participação na operadora de aeroportos ANA-Aeroportos de Portugal SA, disse o Diário Económico, citando um representante da companhia brasileira.

Os acionistas da CCR se reunirão em assembleia no dia 16 para decidir se aprovam a estratégia de expandir a atuação da companhia em aeroportos fora do País, segundo o jornal português.

As ações ordinárias da companhia subiam 1,8% na máxima do dia, valendo 12,46 reais.

PDG

Também no radar dos investidores neste pregão, as ações ordinárias da PDG (PDGR3) refletem o apetite por risco do mercado. Os papéis registravam valorização de 2,2% na máxima do dia, negociados ao preço de 6,37 reais. A maior incorporadora do país encerrou 2011 com a meta de lançamentos de imóveis cumprida, ainda que por uma ligeira diferença. 

A empresa lançou 9,008 bilhões de reais em imóveis no ano passado – apenas 8 milhões acima do piso da estimativa.
Nos últimos 12 meses, os papéis acumulam valorização de 7,8%.

HRT

A HRT Participações em Petróleo (HRTP3) disse que o teste de formação em poço da bacia do Solimões indica um potencial de produção de até 250.000 metros cúbicos de gás natural e 300 barris de condensado por dia, segundo comunicado.

O teste foi feito entre os dias 15 e 31 de dezembro no poço 1-HRT-4-AM, no Bloco SOL-T-194, na Bacia do Solimões, disse a HRT no comunicado enviado hoje ao mercado.

As ações ordinárias da petroleira desvalorizavam 5,4% na mínima do dia, negociadas a 550 reais.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame