Ibovespa fecha em baixa de 0,31% puxado por Petrobras | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Ibovespa fecha em baixa de 0,31% puxado por Petrobras

PUBLICADO EM: 14.4.11 | 17H55
São Paulo - Depois de tombar quase 4% nas quatro sessões anteriores, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) ensaiou devolver parte desse recuo hoje, mas isso não passou de uma intenção. O sinal negativo das bolsas externas, depois de indicadores fracos nos EUA e preocupações com os países periféricos na Europa, fez os […]
EXAME.com

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

São Paulo - Depois de tombar quase 4% nas quatro sessões anteriores, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) ensaiou devolver parte desse recuo hoje, mas isso não passou de uma intenção. O sinal negativo das bolsas externas, depois de indicadores fracos nos EUA e preocupações com os países periféricos na Europa, fez os investidores venderem papéis também no mercado acionário doméstico. O índice Bovespa (Ibovespa) pendeu ainda por causa do vencimento de opções sobre ações, que afetou principalmente as ações da Petrobras.

O Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,31%, aos 66.278,89 pontos, menor nível desde 17 de março (66.215,93 pontos). Na mínima, registrou os 66.090 pontos (-0,60%) e, na máxima, os 67.042 pontos (+0,84%). No mês, acumula perdas de 3,36% e, no ano, de 4,36%. O giro financeiro totalizou R$ 6,377 bilhões. Os dados são preliminares.

A Bovespa abriu em queda, mas conseguiu subir em seguida, sustentando esse desempenho até praticamente a metade da tarde. Vale influenciou positivamente o índice, com os investidores aproveitando o preço barato do papel para se posicionar antes da divulgação de dados econômicos da China na próxima madrugada. Vale subiu 1,26% e PNA, 1,10%.

Oi PN liderou as altas do índice (+5,30%), depois que a empresa confirmou a saída de Luiz Eduardo Falco da presidência.

Petrobras foi quem mais sentiu o jogo do vencimento de opções sobre ações na próxima segunda-feira. Os papéis terminaram em queda de 1,64% na ON e 0,65% na PN. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), o contrato do petróleo para maio avançou 0,93%, a US$ 108,11.

Além do exercício, também o sinal externo não ajudou muito a Bolsa hoje, já que as bolsas europeias recuaram e as norte-americanas trabalharam praticamente o dia todo nesse sentido. Os índices Dow Jones e S&P viraram para cima perto da hora final e aliviaram o índice doméstico.

O Dow Jones terminou o dia com ganho de 0,12%, aos 12.285,15 pontos, o S&P subiu 0,01%, aos 1.314,52 pontos. Nasdaq caiu 0,05%, a 2.760,22 pontos. Os dados divulgados hoje nos EUA, de pedidos de auxílio-desemprego e inflação ao produtor, foram ruins.


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame