Exame Invest
MERCADOS

Ibovespa recua em ajuste após alta de 2%

PUBLICADO EM: 20.12.13 | 10H44
Índice caminhava para encerrar sua primeira semana em cinco no azu
Operadores na Bovespa

Operadores na Bovespa: às 11h30, o Ibovespa tinha variação negativa de 0,47 por cento, a 51.393 pontos. O giro financeiro do pregão era de 836 milhões de reais

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

São Paulo - O principal índice da bolsa paulista recuava no início dos negócios desta sexta-feira, na sequência de valorização de mais de 2 por cento na véspera, mas caminhando para encerrar sua primeira semana em cinco no azul.

Às 11h30, o Ibovespa tinha variação negativa de 0,47 por cento, a 51.393 pontos. O giro financeiro do pregão era de 836 milhões de reais.

Após a decisão de política monetária do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, ter tirado uma boa dose de incerteza dos mercados na quarta-feira, o Ibovespa subiu forte na quinta, levantado por ações de blue chips.

"Ontem o Ibovespa subiu mais forte que todo mundo, então hoje está ocorrendo um ajuste. Mas pode melhorar quando os (mercados dos) Estados Unidos abrirem, se o Dow Jones se manter no positivo", disse o estrategista-chefe da SLW Corretora, Pedro Galdi.

Segundo ele, a indicação do Fed de que a retirada de seu programa de estímulos ocorrerá de forma gradual ajudou a melhorar o clima das negociações.

Nesta sessão, as blue chips Petrobras e Vale , alguns dos principais catalisadores da alta da véspera, eram as maiores pressões negativas.


A petroleira recuava apesar de ter declarado na quinta-feira a comercialidade de três áreas do pré-sal, em processo que deverá aumentar as reservas provadas do país em cerca de 3,7 bilhões de barris de óleo equivalente, ou quase um quarto das reservas totais brasileiras. "Classificamos como positiva a notícia de comercialidade da área de Carioca... O problema é o caixa da companhia, seu elevado endividamento e os prejuízos decorrentes da área de abastecimento", afirmaram analistas da XP Investimentos em relatório.

No outro sentido, JBS era uma das principais pressões de alta. A companhia de alimentos publicou com a Vigor nesta sexta-feira edital com detalhes da oferta pública de permuta de ações ordinárias da Vigor por papéis da JBS. Para esta sessão, no exterior, investidores avaliavam a revisão final do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos do terceiro trimestre, que subiu 4,1 por cento. No Brasil, serão divulgados dados sobre emprego.

Imagem da Editoria Exame Invest
Exame Solutions

Apresentado por


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame