Exame Invest
MERCADOS

Investidor comemora possível redução do governo na Eletrobras

PUBLICADO EM: 6.11.17 | 16H11
ATUALIZAÇÃO: 6.11.17 | 20H02
As ações da companhia subiam forte após governo afirmar que planeja reduzir a participação em ate 40% na estatal
Eletrobras

Eletrobras: redução da participação do governo deve ser por meio de emissão de ações

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

São Paulo - As ações da Eletrobras fecharam o pregão desta segunda-feira em alta. Os papéis ordinários subiram 5,28% e os preferenciais, 5,4%. Estava marcado para hoje uma reunião do presidente Michel Temer com ministros e auxiliares para discutir o modelo de privatização da companhia.

 O governo planeja reduzir a participação acionária na estatal. A redução será feita por meio de emissão de ações. Segundo o jornal O Estado de São Paulo, a operação está em fase de definição e deve fazer com que a fatia do governo passe de pouco mais de 60% das ações com direito a voto para cerca de 40%.

O jornal afirma ainda que caso a emissão seja insuficiente para atingir esse resultado, o governo partirá para uma nova venda direta de papéis.

Hoje, pelo Twitter do Ministério do Planejamento, o ministro Dyogo de Oliveira, afirmou que a oferta de novas ações da Eletrobras na Bolsa deve acontecer em 2018. Disse ainda que para fazer com que a empresa seja forte empresa mundial de energia é necessário investimento para crescer".

https://platform.twitter.com/widgets.js

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame