Exame Invest
MERCADOS

Mercados europeus recuperam fôlego perto das máximas de 2 anos

PUBLICADO EM: 6.11.17 | 16H05
As negociações foram pressionadas pelas fortes quedas das empresas holandesas SBM Offshore e Vopak, após resultados mal-recebidos
Bolsas da Europa -

Europa: o índice FTSEurofirst 300 subiu 0,09%, a 1.560 pontos

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Londres - As ações europeias encerraram a segunda-feira em território positivo, após uma sessão na qual dados econômicos promissores da zona do euro e aumento dos preços do petróleo não conseguiram compensar alguns lucros e desapontamento de notícias corporativas.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,09 por cento, a 1.560 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,13 por cento, a 397 pontos, em torno das máximas em dois anos.

"Após o rali muito bom que tivemos, acho que não há nada de ruim se o mercado tomar fôlego", disse Tilmann Galler, estrategista de mercado global da JPMorgan Asset Management.

As negociações foram pressionadas pelas fortes quedas das empresas holandesas SBM Offshore e Vopak, após resultados mal-recebidos.

A empresa de energia SBM Offshore recuou 13,8 por cento, depois de fazer uma provisão de 238 milhões de dólares para resolver uma investigação norte-americana sobre um caso de suborno na América Latina.

A empresa disse que um acordo preliminar com as autoridades brasileiras não foi resolvido e que por isso não poderá mais participar das licitações da Petrobras, uma de suas maiores clientes.

A empresa de armazenamento de produtos químicos e petróleo Vopak caiu 6,1 por cento após seus resultados não atingirem as expectativas. A empresa reduziu a projeção de resultados para o ano inteiro, citando taxas de ocupação mais fracas e custos mais elevados.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,09 por cento, a 1.559 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,03 por cento, a 7.562 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,07 por cento, a 13.468 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,19 por cento, a 5.507 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,05 por cento, a 23.002 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,40 por cento, a 10.316 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,35 por cento, a 5.349 pontos.

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame